CONTRA O GOLPE, LEVANTE POPULAR OCUPA A SEDE DA REDE GLOBO

    Responsável pelo golpe militar de 1964, do qual se desculpou com 50 anos de atraso, a Globo teve também papel decisivo no golpe de 2016, que derrubou uma presidente honesta e instalou uma quadrilha no poder.  Agora, a serviço dos Estados Unidos e...

    CINCO BILIONÁRIOS TÊM A RENDA DOS 50% MAIS POBRES

    O relatório "Recompensem o trabalho, não a riqueza", da organização não governamental (ONG) britânica Oxfam, divulgado um dia antes da realização do Fórum Econômico Mundial, que será realizado em Davos, na Suíça, revela que no Brasil cinco...

    27º Festa Nacional do Pequi valorizará artistas e a cultura do cerrado

     Eventoque será realizada nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro   A Prefeitura está preparando uma programação cultural extensa para comemorar a data. Nesse ano, a administração municipal terá a parceria do Governo do Estado através da Secretaria de Estado...

    Aberta consulta sobre os locais de prova do PAES Unimontes

     Desde a última sexta-feira (19/1), a Comissão Especial de Processos Seletivos da Unimontes (CEPS) oferece em seu portal as informações sobre os locais de prova para o Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior (PAES) – edição...

    Impacto ambiental na reserva de Pandeiros é tema de pesquisa

     A Área de Proteção Ambiental (APA) de Pandeiros, entre os municípios de Januária e Bonito de Minas, no Norte de Minas, é objeto de estudo do curso de Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).  A Área de Proteção Ambiental em...

    separador 1

    Notícias locais

     Eventoque será realizada nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro   A Prefeitura está preparando uma programação cultural extensa para comemorar a data. Nesse ano, a administração municipal terá a parceria do...
     Desde a última sexta-feira (19/1), a Comissão Especial de Processos Seletivos da Unimontes (CEPS) oferece em seu portal as informações sobre os locais de prova para o Programa de Avaliação Seriada para...
    Mais emNotícias Locais  

    Notícias regionais

     A Área de Proteção Ambiental (APA) de Pandeiros, entre os municípios de Januária e Bonito de Minas, no Norte de Minas, é objeto de estudo do curso de Geografia da Universidade Estadual de Montes...
     Após votar a favor da reforma trabalhista, a deputada declarou apoio à reforma da Previdência de Temer  A golpista deputada, que votou pelo impeachment da presidenta honesta Dilma Rousseff, para...

    Notícias nacionais

    Responsável pelo golpe militar de 1964, do qual se desculpou com 50 anos de atraso, a Globo teve também papel decisivo no golpe de 2016, que derrubou uma presidente honesta e instalou uma quadrilha...
    O relatório "Recompensem o trabalho, não a riqueza", da organização não governamental (ONG) britânica Oxfam, divulgado um dia antes da realização do Fórum Econômico Mundial, que será realizado em...

    separador 1

    Mundo

    Thumbnail  Grande parte deles é de louros e louras, a grande maioria de brancos.  Não vêm dos “países de merda” a que Donald Trump se referiu outro dia, falando de nações africanas e latinoamericanas. Não têm casa,...
    Mais emMundo  

    Esportes

    Thumbnail  - GAROTINHO DIZ TER DOCUMENTOS PROVANDO ACUSAÇÕES À GLOBO -  Solto na semana passada após decisão do ministro Gilmar Mendes, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) publicou texto em...
    Mais emEsportes  

    Segurança Pública

    Thumbnail  - A MÚSICA MAIS VIRAL DO SPOTIFY BRASIL FAZ APOLOGIA AO ESTUPRO -  "Surubinha de Leve", do MC Diguinho, está no topo da lista do Spotify. Na terça-feira (16), o funk chegou ao primeiro lugar na...

    www.autopecasONLINE24.pt

     

    separador blogosfera

    Centrista francês Emmanuel Macron deve vencer com facilidade a líder de extrema-direita Marine Le Pen na eleição presidencial da França caso os dois se enfrentarem no segundo turno da disputa no dia 7 de maio; sondagem Ipsos foi a mais recente de muitas a mostrar Macron e Le Pen seis ou sete pontos percentuais à frente do antigo favorito François Fillon, afetado por um escândalo financeiro relacionado à sua esposa britânica, Penelope, e dois de seus filhos

    Reuters - O centrista francês Emmanuel Macron deve vencer com facilidade a líder de extrema-direita Marine Le Pen na eleição presidencial da França se, como parece cada vez mais provável, os dois se enfrentarem no segundo turno da disputa no dia 7 de maio, revelou uma pesquisa nesta terça-feira.

    A sondagem Ipsos foi a mais recente de muitas a mostrar Macron e Le Pen seis ou sete pontos percentuais à frente do antigo favorito François Fillon, afetado por um escândalo financeiro relacionado à sua esposa britânica, Penelope, e dois de seus filhos.

    A pesquisa realizada no domingo e na segunda-feira colocou Le Pen e Macron respectivamente com 25 e 24 por cento dos votos do primeiro turno de 23 de abril, e os votos transferidos de candidatos eliminados garantindo uma vitória retumbante para Macron na segunda fase da consulta.

    A maioria dos principais candidatos saiu em campanha nesta terça-feira, defendendo seus programas em discursos e encontros com representantes da federação empresarial Medef.

    No mesmo momento Penelope Fillon era interrogada por magistrados que investigam as acusações de que ela recebeu centenas de milhares de euros de fundos parlamentares do marido por um trabalho mínimo como assistente.

    Desde as reportagens de janeiro que ensejaram a investigação judicial, Fillon, fã da falecida líder britânica Margaret Thatcher, despencou do primeiro para o terceiro lugar nas enquetes, que hoje o mostram eliminado no turno inicial.

    Fillon acusou o presidente francês, o socialista François Hollande, de recorrer a uma guerra de 'truques sujos' contra ele.

    Embora negue ter feito algo ilegal, ele admitiu que cometeu erros de julgamento, ambos relativos ao "Penelopegate" e à aceitação de ternos caros e feitos sob medida de um advogado conhecido como um intermediador de negócios na África.

    JORNAL FRANCÊS DESCREVE BRASIL DE TEMER COMO “O REINADO DA IMPUNIDADE”

    Da Rádio França Internacional

    O jornal Le Monde que chegou às bancas na tarde desta terça-feira (28) dá novamente destaque para a política brasileira. Com o título "Brasil, o reinado da impunidade", a correspondente do vespertino em São Paulo tenta explicar o contexto atual do país.

    A jornalista Claire Gatinois diz que diante do processo da Lava Jato, que se aproxima cada vez mais do presidente Michel Temer, o chefe de Estado parece estar tentado se proteger de uma possível acusação. No entanto, a tática não está passando despercebida, comenta a correspondente, lembrando que Temer teve até que fazer, em meados de fevereiro, uma coletiva para garantir que "o governo federal não tenta proteger ninguém".

    No entanto, lembra a jornalista, o presidente ressaltou durante essa coletiva que apenas um indiciamento justificaria a demissão de um de seus ministros. "E como os processos são muito lentos no Brasil", relata Le Monde, com uma média de 14 meses de espera para os casos envolvendo políticos no poder, o governo Temer estaria protegido até o final de seu mandato, em 2018.

    "Muitíssimo impopular, Temer não para de dar sinais ambíguos", analisa a jornalista. Ela relata, por exemplo, a escolha recente de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal. A correspondente explica que o ex-ministro é conhecido por sua simpatia pelo presidente, o que suscita questões sobre sua nomeação. Mesmo se ele não vai herdar todos os processos do juiz Teori Zavascki, que cuidava da Lava Jato, Moraes será o revisor do processo no plenário, comenta o texto.

    Tudo vai terminar em pizza?

    Além disso, continua o vespertino francês, a reputação linha-dura de Moraes, que deu a entender que defendia a tortura, além do fato de ter apoiado o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, não ajudam a melhorar sua imagem. Seguem ainda as escolhas de Osmar Serraglio , que substitui Alexandre de Moraes e defendeu a destituição de Dilma Rousseff, e de Moreira Franco, que já foi citado dezenas de vezes na Lava Jato, continua relata a jornalista.

    A correspondente do Le Monde comenta que todos esses eventos recentes levam o país a se questionar sobre o peso de Foro Privilegiado. "Um privilégio que se transformou em uma ferramenta muito cômoda para desacelerar ou até mesmo enterrar algumas investigações", pode-se ler nas páginas do jornal francês.

    Para dar uma ideia da impunidade que reina no Brasil, a jornalista tenta explicar aos leitores franceses a existência daquela famosa expressão no país segundo a qual, uma hora ou outra, os processos na justiça terminam em pizza. "Se formos ouvir os mais cínicos, tudo leva a crer que Temer já estaria esquentando a sua pizza quatro queijos", escreve a correspondente do Le Monde.

    Leia análise do Le Monde em francês.

    Página 10 de 10

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper