Projeto do Teatro Municipal de Montes Claros foi tema de encontro com o ministro da Cultura

    O Secretário Municipal de Cultura João Rodrigues e o Presidente da Fundação Darcy Ribeiro e também Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Paulo Ribeiro, estiveram reunidos, nesta quinta-feira (16/03), com ministro da Cultura Roberto Freire, em Brasília.

    Na pauta desse primeiro encontro os secretários apresentaram os projetos culturais da cidade como o Teatro Municipal, as Festas de Agosto e, a primeira edição da Feira de Arte e Leitura – FALE.

    O Ministro Roberto Freire mostrou-se sensível ao pleito do município, reconhecendo a importância das propostas apresentadas, com destaque para a construção e implantação do primeiro Teatro de Montes Claros.

    Graças a interlocução do prefeito Humberto Souto, foi agendada para o próximo dia 27 de março, uma visita do Secretário de Infraestrutura Cultural, Raimundo Benoni à Montes Claros com o intuito de aprofundar as discussões acerca dos projetos passíveis de incentivo por parte do Ministério.

    “Sem dúvida o respaldo e a influência do prefeito Humberto Souto, foram determinantes para que o Ministro da Cultura, Roberto Freire, nos recebesse e, mais ainda, que determinasse a imediata discussão sobre o projeto de construção do nosso teatro”, ressaltou o Secretário João Rodrigues.

    Com relação à primeira edição da FALE – Feira de Arte e Leitura de Montes Claros o ministro demonstrou total interesse em apoiá-la. A proposta está alinhada a uma das diretrizes da gestão do Ministro, que é de apoiar ações de incentivo e formação de público leitor. "É a partir de criança que nos formamos leitores. Precisamos apoiar com maior incentivo a leitura. O Brasil lê pouco e, para isso, não há Lei Rouanet que resolva”, destacou o ministro.

    O Secretário João Rodrigues também esteve reunido com a Diretora do Departamento de Desenvolvimento Institucional, da Secretaria de Articulação e Desenvolvimento Institucional do MinC, Cláudia de Oliveira Cabral Santos, com quem pode esclarecer as diretrizes do Sistema Nacional de Cultural. “Em 2007, quando estive à frente da Secretaria Municipal de Cultura, fizemos um esforço imenso para criar o Sistema Municipal de Incentivo à Cultura. Para isso, o executivo apresentou um projeto de Lei que instituía o Sistema Municipal, o Fundo Municipal de Cultura e o Conselho Municipal de Cultura. O decreto, que regulamenta a lei, também foi publicado e ainda assim, Montes Claros não se inseriu no Sistema Nacional. Com isso, deixamos de receber recursos e programas federais, estaduais de apoio e fomento a projetos culturais”, lembrou João Rodrigues.

    O Secretário ressaltou que apenas nesta administração a adesão ao Sistema Nacional de Cultura foi uma prioridade. “Faltou aos antigos gestores o entendimento de que a adesão ao Sistema Nacional abre possibilidades de repasse de recursos e captação por meio da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet. Com isso, o município encontra as condições para investir na manutenção dos seus espaços culturais e promoção de seus próprios eventos”

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper