Prefeitura e Emater traçam planejamento para amenizar prejuízos da seca no município

    A Prefeitura de Montes Claros através da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Agricultura em parceria com a Emater-MG, traçaram um planejamento para amenizar os prejuízos que a seca causou no município, após o prefeito, Humberto Souto, decretar em fevereiro, situação de emergência nas áreas afetadas pela estiagem. A ideia é desenvolver estratégias de convivências com a seca e ajudar os produtores rurais, que foram os mais castigados com o fenômeno.

    O planejamento foi elaborado com base em um relatório agroclimatológico emitido pela Emater-MG que aponta dados produtivos e financeiros referentes à safra agrícola 2016/2017, período entre julho de 2016 a janeiro deste ano. De acordo com o documento, o setor agropecuário sofreu um prejuízo na ordem de R$ 65.374.920,00. O impacto maior foi no setor de bovinocultura, que contabilizou quase R$37 milhões com a perda de pastagens, por falta de água. Os dados confirmam um quadro de insegurança hídrica generalizada no meio rural.

    Segundo o técnico da Emater-MG, José Arcanjo Marques, considerando a urgente necessidade de intervenção da administração municipal de forma imediata e continuada, umas das estratégias é atender as comunidades rurais através de caminhões pipa e fazer a distribuição de tubulação e instalação de reservatórios de água. Também será necessário a abertura e equipagem de novos poços tubulares.

    “O abastecimento de água em Montes Claros está comprometido em decorrência do baixo índice pluviométrico registrado e da falta de recarga de aquíferos. Com a redução da disponibilidade de água, cerca de 50 comunidades rurais encontram-se prejudicadas com racionamento do abastecimento de água para consumo humano e animal. A partir desse trabalho conjunto com a Prefeitura, esperamos reparar estes problemas o mais rápido”, afirma o técnico.

    De acordo com o secretário da Defesa Social, Anderson Chaves, os agentes da defesa Civil já protocolaram as ações e enviaram para o órgão responsável em Belo Horizonte. “Além disso, a Prefeitura está monitorando no município outros procedimentos que podem ser feitos de imediato para amenizar os efeitos da seca”, disse.

    O secretário de Agricultura, Osmani Barbosa, ressalta que o prefeito está providenciado a execução do planejamento traçado e, enquanto isso, o decreto assegurará o produtor rural, no acondicionamento do seu trabalho. “Proporcionar melhores condições de vida ao meio rural é um dos objetivos da atual gestão e vamos empenhar para garantir isso”, conclui.

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper