Montes Claros se despede de Luiz de Paula

     - Faleceu na madrugada desta quinta-feira (23), o escritor, compositor, político e empresário, Luiz de Paula Ferreira, um dos fundadores da Coteminas. - 

    Montes claros, e esta imensa saudade - Que minha alma invade - Nos íntimos refolhos - Minha terra, escuta o meu canto - E perdoa este pranto - Que cai dos meus olhos (Trecho da música Montes Claros centenária, de Luiz de Paula)

    Luiz de Paula foi vice-prefeito de Montes Claros de 1963 a 1965 e Deputado Federal de 1967 a1970. Na década de 70, ele criou a Fundação Educacional Luiz de Paula, precursora do ensino superior no Norte de Minas, sendo substituído depois pela Fundação Norte Mineira de Ensino Superior (FUNM) e agora Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES
    O velório será às 10h, na Câmara Municipal de Montes Claros e o sepultamento às 17h no Cemitério do Bonfim.

    Luiz de Paula Ferreira
    Nasceu no então povoado de Várzea da Palma, município de Pirapora – MG, em 27 de junho de 1917, filho de Joaquim de Paula Ferreira, antigo tropeiro e pequeno comerciante na localidade, e Emília Mendonça de Paula.
    Fez o curso primário em Pirapora, o secundário e o de Contador em Montes Claros e o de Direito no Rio de Janeiro.
    Era casado com a professora Isabel Rebello de Paula.
    OUTROS CURSOS
    Curso de Política e Estratégia Empresarial para Executivos, na Fundação João Pinheiro e Curso de Liderança de Conferências e Discussão por Grupos nos Estados Unidos.
    ATIVIDADES PROFISSIONAIS
    Sócio fundador e atual Vice-Presidente da COTEMINAS – Cia. de Tecidos Norte de Minas.
    Sócio fundador e diretor da FAZENDA DO CANTAGALO LTDA. e da FARPAL AGROPASTORIL E PARTICIPAÇÕES LTDA.

    OUTRAS ATIVIDADES
    - Fundador e patrono da primeira escola de nível superior do Norte de Minas – a FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS – FAFIL, precursora da UNIMONTES.
    - Vice-Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais
    - Membro da Academia de Ciências, Letras e Artes do São Francisco, da Academia Montesclarense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais – IHGMG e do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros.

    LITERATURA
    NA VENDA DE MEU PAI – Contos regionais
    MOMENTOS – Ficção
    A VIAGEM – Poesia
    POR CIMA DOS TELHADOS, POR BAIXO DOS ARVOREDOS

    OUTROS TÍTULOS
    - Medalha do Mérito Industrial Estadual em 1972
    - Industrial do Ano do Estado de Minas Gerais
    - Medalha JK da Fadec
    - Medalha de Ouro Santos Dumont
    - Benemérito da Fundação Norte-Mineira de Ensino Superior - FUNM
    - Comenda da Ordem do Mérito de Brasília - DF
    - Medalha de Honra da Inconfidência
    - Patrono da Escola do SENAI em Montes Claros – CAT Luiz de Paula
    - Medalha de Construtor do Progresso de Minas Gerais (FIEMG), em
    24 de maio de 2000
    - Comenda da Ordem do Mérito Industrial, da CNI – Confederação Nacional da Indústria, em 2001.
    - Patrono da Escola de Design do SENAI, em Poços de Caldas - Centro de Design do Sul de Minas Luiz de Paula


    Música Montes Claros Centenária
    https://www.vagalume.com.br/carlos-galhardo/montes-claros-centenaria.html

    Compositor: Luiz de Paula

    Interprete: Carlos Galhardo


    Montes claros, vovó centenária
    Tu estás tão bonita, de vestido novo
    Vê tuas ruas, vê tuas igrejas
    Olha só a alegria do povo!
    Eu relembro teu nobre passado
    De lutas e glórias e tantas belezas
    Teu luar, tuas serenatas
    E o labor de teus filhos criando riquezas

    E os morrinhos, com a capelinha
    Onde minha mãezinha
    Rezava orações
    E onde à noite os teus poetas cantores
    Falavam de amores
    Em ternas canções

    Montes claros, e esta imensa saudade
    Que minha alma invade
    Nos íntimos refolhos
    Minha terra, escuta o meu canto
    E perdoa este pranto
    Que cai dos meus olhos

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper