A Prefeitura de Montes Claros está convocando os blocos de carnaval existentes na cidade para participar de um grande encontro que será realizado no dia 10 de fevereiro, como pontapé inicial para os festejos momescos desse ano.

     O I Encontro de Blocos acontecerá na Praça dos Jatobás, e contará com circuito de rua e apresentações dos foliões em um palco montado no local.

    O objetivo da Prefeitura é dar visibilidade aos festejos que acontecem de maneira espontânea na cidade, para que mais pessoas possam conhecer e participar da folia que é feita todos os anos nos diversos bairros da cidade. Os blocos que quiserem participar devem se inscrever na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, que fica localizada no segundo andar do prédio da Prefeitura, até o dia 9 de janeiro.

    Os blocos que se inscreverem irão participar de um evento com toda a segurança e infraestrutura fornecidas pela Prefeitura, oferecendo à população uma celebração que irá respeitar as tradições da folia local.

    Ascom / Prefeitura de Montes Claros

    O Painel Permanente de Poesia Juca Silva Neto está recebendo, durante a primeira quinzena de 2018, uma exposição contendo obras de 17 poetisas brasileiras. O Painel Permanente fica localizado na Biblioteca Pública Municipal Doutor Antônio Teixeira de Carvalho, que funciona no andar superior do Centro Cultural Hermes de Paula.

    As poetas e ativistas culturais contemporâneas opinam, através dos seus versos, sobre a situação da mulher nesse mundo tão conturbado, que ainda não respeita as diferenças e os direitos múltiplos dos gêneros. Quem visitar a exposição terá a oportunidade de conhecer o melhor dessa produção no século XXI, apresentada aos leitores que se interessam pela arte da linguagem.

    Estão na exposição poemas de Mirna Mendes (criadora do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético), Karla Celene Campos, Marli Fróes, Adri Aleixo, Marlene Bandeira, Maria Cida Neri, Ana Elisa Ribeiro , Isabel Lôpo, Lia Testa, Olívia Ikeda, Noélia Ribeiro, Sandra Fonseca, Patrícia Giseli, Telma Borges, Sarah Sanches, Lívia Prado e Virna Teixeira.
    A exposição fica aberta à visitação pública de forma gratuita, entre 8 e 21 horas.

    Isabel Lôpo, Marlene Porto Bandeira, Mirna Mendes e Sarah Sanches

    Fonte:Ascom/Prefeitura de Montes Claros

     O Comitê Permanente de Avaliação e Controle da Execução Orçamentária de Montes Claros aprovou a nova planilha para aplicação de R$1,5 milhão, disponibilizado pelo Estado, para a revitalização da Lagoa do Interlagos.

     Desde o dia 7 de novembro foi depositada a primeira parcela do convênio, no valor de R$500 mil e, com essa aprovação da planilha, o prefeito Humberto Souto mandou abrir o processo licitatório, que deve ocorrer ainda este mês. As obras devem ser iniciadas em fevereiro. A Lagoa do Interlagos é o principal cartão postal de Montes Claros, atualmente.

    Desde janeiro do ano passado que o prefeito Humberto Souto criou o Comitê Permanente de Avaliação e Controle da Execução Orçamentária, que tem a função de avaliar todos os convênios e contratos e deliberar pela abertura da licitação. Com os R$1,5 milhão liberado pelo Estado, será colocado calçadão em torno entorno da lagoa, construída uma praça grande com play ground e academia ao ar livre, bancos e lixeiras, plantio de 191 árvores e mais de 30 mil metros de grama, ciclofaixa em alguns pontos com uma faixa elevada para os praticantes do ciclismo e ainda acessibilidade com rampas para deficiente.

    A Prefeitura entrará com uma contrapartida de R$100 mil reais. A revitalização do Interlagos criará uma área de Cooper.

    Com Jornal Gazeta

     Aviões chegam da África para bombardear nuvens em Montes Claros

     Os aviões da empresa Modclima Serviços Aéreos chegaram da África para, essa semana, iniciarem o bombardeio de nuvens em Montes Claros, mais especificamente na região da Barragem de Juramento, visando provocar chuvas que permitam recuperar o nível de água na barragem responsável por 65% do abastecimento da população local. O objetivo é aumentar a quantidade de chuvas no local. O superintendente regional da Copasa, Roberto Luiz Botelho, explica que as aeronaves estavam na Africa, justamente para provocar as chuvas, mas já retornaram ao Brasil. A Modclima Serviços Aéreos venceu a licitação no valor de R$1,291 milhão para, em quatro meses, aplicar a tecnologia de indução de chuvas. A tecnologia faz a aspersão de nuvens, com as microgotas, provocando as chuvas. Essa técnica é usada pela estatal paulista Sabesp, com bons resultados.

    Para bombardear as nuvens, a Copasa contratou um satélite para a barragem de Juramento, além de usar outro existente em Francisco Sá. Assim, quando uma nuvem se formar para as chuvas, imediatamente o avião, equipado com a tecnologia, sai do aeroporto de Montes Claros, a fim de fazer o bombardeio. A empresa vencedora da licitação alugou um hangar no Aeroporto local. O superintendente Roberto Luiz Botelho esclarece que, na busca de resolver a situação do abastecimento de água em Montes Claros, desde o início de dezembro passou a fazer a captação de 2/3 da água em ponto do rio Verde Grande, depois de Montes Claros, com 220 milímetros, depois que se constatou maior quantidade de chuvas nesse ponto.

    O ambientalista José Gomes Assis, que tem um pluviometro instalado em sua casa, na Vila Guilhermina, afirma que o mês de dezembro fechou com 238,4 milímetros de chuvas, o que é considerado um índice bom, em relação a média de 12 anos de precipitações que é 201,6 mm no mesmo mês. Ele levantou os indicadores desde 2005, quando constatou que as melhores chuvas ocorreram em 2013, com 367,9 mm e 359,1 mm em 2011. Porém, desde 2014 que Montes Claros vem sendo castigada com poucas chuvas, pois foi de 83,5 mm em 2014; 112,1 mm em 2015; 87,1 mm em 2016 e, agora, de 238,4 em 2017. No mês de dezembro de 2017, somente no dia 10 foram 41,8 mm. 

    Via Girleno Alencar - Jornal Gazeta

     A Prefeitura de Montes Claros conseguiu economizar aproximadamente R$39 milhões, em 2017, com as despesas com servidores, conforme estimativas do secretário municipal de Gestão e Planejamento, Claudio Rodrigues de Jesus, com base nos dados de 31 de dezembro. Foram 1.553 servidores a menos em relação ao ano de 2016, o que dá uma média de economia de R$3 milhões por mês e, com isso, R$39 milhões se incluído o 13º salário. Os dados iniciais mostram que Montes Claros gastou 52,62% com os servidores, abaixo dos 54% exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Porém, esse valor deverá cair ainda mais, pois no dia 29 de dezembro o Estado depositou R$9,5 milhões do ICMS retido, que é de R$12 milhões. Também entrará o que se arrecadou de taxas, impostos e FPM. A meta é ficar com 51%.

    Atualmente, a Prefeitura conta com 9.272 servidores. Destes, 4.624 são efetivados e 4.648 são contratados. A Prefeitura de Montes Claros nesse ano reestruturou seu quadro de funcionários. O objetivo da ação foi reduzir a folha de pagamento. Com isso, a administração municipal que tinha 10.825 funcionários, passou a contar com 9.272 servidores. No ano de 2016 Montes Claros foi colocado no Alerta Administrativo pelo Tribunal de Contas de Minas Gerais, durante todo ano, por passar dos 65% com a folha de pagamento.

    Via Girleno Alencar - Jornal Gazeta

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper