Protestos na entrega da Medalha da Inconfidência

    Segundo Sind-UTE MG, ato contra reformas do governo Temer reuniu cerca de cinco mil pessoas foram da área da cerimônia.

     - Grupos protestam em Ouro Preto contra a reforma da previdência e governo Temer -

    A entrega da Medalha da Inconfidência foi marcada por protesto de servidores, sindicatos e movimentos sociais nesta sexta-feira (21) em Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais. De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE MG), o ato na Praça da Rodoviária reuniu cinco mil pessoas. A Polícia Militar não divulgou número de participantes.
    O protesto foi contra as reformas da previdência, trabalhista e contra a terceirização. Conforme o sindicato, houve grande adesão de professores e trabalhadores da educação, que também cobram o pagamento retroativo do piso nacional. Houve um início de confusão quando um policial tentou rebocar um carro dos manifestantes.
    A coordenadora-geral do Sind-UTE e presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Minas Gerais, Beatriz Cerqueira, participou do ato. Ela estava entre os agraciados com a medalha, mas decidiu não se juntar às personalidades homenageadas. O sindicato informou que ela agradeceu a indicação, mas entendeu que deveria ficar ao lado da categoria.

    PROCISSÃO TEVE “FORA TEMER” E “VOLTA QUERIDA” NOS TAPETES


    Na procissão da ressurreição de Cristo de Ouro Preto, região Central de Minas Gerais, além dos tradicionais símbolos da Igreja Católica, os tapetes de serragem tinham a frase "Fora Temer".

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper