A face mais triste do golpe: a fome voltou a assombrar

    O Brasil da miséria voltou: Criança de 8 anos desmaia de fome em escola pública do DF
     A escola recebe inúmeras crianças carentes que moram longe e muitas vezes chegam para a aula sem comer nada. “Chorei ao notar que era de fome”, disse professora

    Fazia tempo que Brasil não convivia com notícias tão cruéis relacionadas a fome. Na última segunda-feira (13) – a informação veio à tona na sexta (17) – uma criança de 8 anos desmaiou de fome em uma escola pública do Distrito Federal.

    A unidade de ensino recebem inúmeras crianças carentes que moram longe – muitas chegam a aula sem ter comido nada. O menino que desmaiou, no caso, mora em um conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida no Paranoá Parque.

    Ele chegou a escola, de acordo com a professora Ana Carolina Costa, tremendo e chorando “Ele estava com a mão no peito, coração disparado, passando mal. Chegue a levá-lo para a direção. Por lá, ele desmaiou duas vezes e não reagia”, contou.

    O Samu foi chamado e a criança socorrida. Segundo relatos dos irmãos da criança, que são alunos da mesma escola, eles não comeram nada no domingo e, na segunda-feira, dia do desmaio, a única coisa que comeram foi um mingau de fubá.

    A escola, após o episódio, doou uma sexta básica para a família do garoto. O Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), por sua vez, já pediu à Secretaria de Educação a construção de uma escola na região do Paranoá Parque. “Se não é possível construir agora, a escola tinha de, no mínimo, oferecer uma refeição na entrada: arroz, feijão e frango, e um lanche à tarde”, disse Samuel Fernandes, diretor da entidade.

    *Da Revista Forum com A Tribuna

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper