Aécio entrega passaporte e é notificado sobre prisão

     - O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) não pode mais viajar para fora do Brasil; investigado por corrupção e lavagem de dinheiro, ele teve que entregar seu passaporte ao Supremo Tribunal Federal -

     Aécio também foi notificado sobre o pedido de prisão formulado pela procuradoria-geral da República e ganhou prazo de 15 dias para se manifestar antes da decisão do plenário da corte.

    Depois que foi derrotado nas eleições presidenciais de 2014, Aécio decidiu incendiar o País – "só para encher o saco", como disse num grampo com o empresário Joesley Batista, a quem pediu uma propina de R$ 2 milhões.

    Ao não aceitar o resultado eleitoral e se aliar ao então deputado Eduardo Cunha, hoje condenado a 15 anos de prisão, para provocar instabilidade econômica e, assim, lograr êxito no golpe, Aécio atirou o Brasil na maior crise de sua história.

    Aécio, segundo Noblat, oscila entre álcool e crises de choro

    : Jornalista Ricardo Noblat revela que desde que vieram à tona as gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, nas quais aparece pedindo R$ 2 milhões em propinas para pagar os advogados que o defendem na Lava Jato, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) está cada vez mais recluso; "Aécio Neves recluso em sua casa em Brasília, só faz beber e chorar. Mais ou menos nessa ordem. Está arrasado", postou Noblat no Twitter.

    Huck diz que se decepcionou com Aécio

    Questionado pela Folha sobre o escândalo envolvendo seu amigo, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), o apresentador da TV Globo respondeu: "Que atire a primeira pedra quem nunca se surpreendeu negativamente ou se decepcionou com um amigo"; depois da delação do empresário da JBS, que atingiu Aécio em cheio, e levou à prisão sua irmã e seu primo, Huck deletou as fotos com o tucano que tinha nas redes sociais

    Áudio revela que aeroporto de Cláudio era mesmo de Aécio

    As gravações da Polícia Federal trazem mais uma confirmação humilhante para o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG); de acordo com os grampos, o aeroporto de Cláudio (MG), construído com dinheiro público na sua gestão, servia para atendê-lo e a chave ficava com seu segurança; a informação veio em uma conversa interceptada de Frederico Pacheco de Medeiros, primo de Aécio, o mesmo indicado pelo tucano para receber R$ 2 milhões, solicitados pelo tucano ao empresário Joesley Batista, da JBS; o aeroporto de Cláudio foi construído em uma área que pertencia a um tio-avô de Aécio; a obra foi concluída em 2010, a um custo de R$ 13,9 milhões; a pista fica próxima a uma fazenda da família.

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper