Norte de Minas faz manifesto pela Cemig

     - A campanha da Cemig para continuar com as Usinas de São Simão, Jaguará e Miranda teve apoio da Amams da ap teve -

     A campanha da Cemig para continuar com as Usinas de São Simão, Jaguará e Miranda teve apoio da AMAMS. O presidente José Reis Nogueira de Barros assinou o manifesto na terça-feira em defesa do patrimônio de Minas Gerais e mostrou ao Governo Federal que a solução negociada para a renovação das concessões das Usinas é o melhor caminho para todos, como tem tentado fazer a Cemig. Em 1997, a Cemig firmou com o Governo Federal o Contrato de Concessão de Geração 007/1997. Após uma longa negociação, foi incluída a garantia de que, findo o prazo de vigência do primeiro termo das concessões e cumpridos os requisitos de adequada operação e manutenção e os prazos para requerer novo período de concessão, haveria a renovação das concessões dessas três usinas por mais 20 anos.

    A assinatura desse contrato, nesses termos o proposito de dar segurança jurídica aos investidores que aportavam recursos na Companhia. No entanto, o Governo Federal está quebrando o contrato e criou mecanismos e justifficativas alheias aos propósitos originais para nao o cumprir.

    Jornal Gazeta

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper