A nova lei trabalhista é um verdadeiro paraíso dos patrões

     Após a reforma da CLT, os direitos dos trabalhadores estão indo para a lata do lixo

     Tendo entrado em vigor em 11 de novembro, a nova lei trabalhista – aprovada na reforma, com votos da deputada Raquel Muniz e de Saraiva Felipe, além de outros 27 deputados mineiros – mostra cada vez mais sua natureza golpista, desenvolvida sob a necessidade de manter-se o lucro de uma parte do empresariado nacional. Logo no primeiro dia de implementação da Lei, a Justiça condenou um empregado a pagar R$ 8,5 mil por ele ter acionado a Justiça, segundo o entendimento do juiz do caso, com má-fé, supostamente com intenções ruins contra seu patrão. O medo imposto ao trabalhador de ter de pagar multa consiste em um obstáculo ao livre acesso à Justiça, o que ao fim e ao cabo favorece tão somente aos patrões.
    Em diversos outros aspectos a nova legislação trabalhista é trágica e anti-popular. Um caso recente elucida de maneira concreta que a nova legislação trabalhista serve aos patrões em detrimento da situação econômica e jurídica dos trabalhadores. Trata-se da possibilidade de demissões em massa impostas pelo patrão sem acordo com os sindicatos. É o caso da Universidade Estácio de Sá, que demitiu cerca de 1200 professores com o intuito de recontratar professores com salários mais baixos e em regimes mais “flexíveis” permitidos agora pela nova legislação. As demissões tinham sido suspensas por uma liminar do Ministério Público do Trabalho (MPT), mas a decisão do desembargador deferiu um mandado de segurança impetrado pela instituição e autorizou a homologação das dispensas.
    Na próxima eleição, não se esqueça dos deputados que votaram para acabar com seus direitos.

    Em Minas Geias, são eles:
    - Aelton Freitas – PR
    - Bilac Pinto – PR
    - Brunny – PR
    - Caio Narcio – PSDB
    - Carlos Melles – DEM
    - Delegado Edson Moreira – PR
    - Domingos Sávio – PSDB
    - Eduardo Barbosa – PSDB
    - Fábio Ramalho – PMDB
    - Franklin Lima – PP
    - Jaime Martins – PSD
    - Leonardo Quintão – PMDB
    - Luis Tibé – PTdoB
    - Luiz Fernando Faria – PP
    - Luzia Ferreira – PPS
    - Marcelo Aro – PHS
    - Marcos Montes – PSD
    - Marcus Pestana – PSDB
    - Mauro Lopes – PMDB
    - Misael Varella – DEM
    - Newton Cardoso Jr – PMDB
    - Paulo Abi-Ackel – PSDB
    - Raquel Muniz – PSD
    - Renzo Braz – PP
    - Rodrigo de Castro – PSDB
    - Rodrigo Pacheco – PMDB
    - Saraiva Felipe – PMDB
    - Tenente Lúcio – PSB
    - Toninho Pinheiro – PP

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper