Pitacos 29-11

    IMPEACHMENT DE TEMER - E os partidos de oposição ao governo federal querem por que querem o impeachment do presidente interino Michel Temer. Primeiro, foi protocolado na Câmara dos Deputados um pedido do PSOL. A solicitação tem como base uma suposta interferência do presidente em favor de interesse pessoal do ex-ministro Geddel Vieira Lima, aquele que comprou um apartamento de luxo em prédio embargado pelo IPHAN na área histórica de Salvador. Os denunciantes acreditam que Michel Temer cometeu crime de responsabilidade.

    Também nesta segunda, um grupo de parlamentares de oposição protocolou uma representação no Ministério Público Federal para que o órgão apure se o presidente cometeu crime em relação ao episódio Geddel Vieira Lima. 

    Em ambos os casos, procurada pela Imprensa, a Presidência informou que não vai se manifestar. No documento protocolado na PGR, os parlamentares concluem que Temer cometeu crime de responsabilidade e, para embasar a argumentação, citam a entrevista de Calero veiculada do programa “Fantástico” nesse domingo, 27, na Rede Globo de Televisão.

    E o povo desinformado pergunta: vem mais pizza por aí?

    PROTESTOS NAS RUAS – Convocados pelos mesmos movimentos sociais que apoiaram o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o povo deve comparecer neste domingo, 4 de dezembro, às avenidas de algumas capitais do País, como a Avenida Paulista, em São Paulo, em mais um movimento popular pacífico de protesto. 

    Sem a presença do pato da Fiesp, os organizadores do movimento vem pra rua já anteciparam os motivos dos protestos populares deste domingo: “Fora Renan”; “Fim dos supersalários”; ”Fim do foro privilegiado” e “Não à anistia”.

    A grande expectativa é a de saber se o povo vai ser sensibilizado a comparecer massivamente aos protestos contra os temas anunciados pelos organizadores do movimento vem pra rua.

    ANISTIA INTEMPESTIVA - Contadores independentes e alguns com laços empregatícios em algumas empresas da cidade acham precipitado o anúncio do prefeito eleito de Montes Claros, Humberto Souto (PPS), de que fará em janeiro o lançamento de um “Pacote Fiscal” para anistiar os devedores do município do pagamento de multas e parcelar a dívida em até 12 meses. No entendimento desses profissionais, o prefeito eleito deveria fazer primeiro uma devassa no departamento contábil-fiscal da prefeitura, pois há rumorosos casos de débitos cobrados indevidamente dos contribuintes e outros débitos  lançados sem o menor critério em dívida ativa. Os contadores acreditam em houve muita má fé do setor contábil-fiscal da prefeitura nos últimos anos, possivelmente com a finalidade de elevar o ativo do município.

    Sem esse levantamento técnico contábil-fiscal no setor, os contadores e demais especialistas do gênero acreditam que haverá muita ação na justiça contra a prefeitura por cobrança indevida. 

    A advertência está dada, Depois, depois,

    FAZ O QUE MANDO, NÃO O QUE FAÇO - O procurador da república Deltan Dallagnol conhecido por sua atuação como chefe da Operação Lava Jato e pela sua campanha contra a corrupção, comprou dois apartamentos em Ponta Grossa, Paraná, usando recursos do programa Minha Casa Minha Vida.

    Segundo registro do Cartório de Imóveis de Ponta Grossa, em fevereiro do ano passado, Dallagnol comprou duas unidades no condomínio Le Village Pitangui, construído pela construtora FMM.

    Ele pagou R$ 76 mil por um apartamento – o 104 do Bloco 7, e R$ 80 mil em outro, o 302 do Bloco 7.

    Dallagnol é natural de Pato Branco, no interior do Paraná. Nenhum dos apartamentos comprados em Ponta Grossa foi para moradia própria. Segundo o endereço fornecido ao cartório para a escritura, Dallagnol reside num bairro de classe média da capital paranaense. Ele percebe proventos mensais de mais de R$ 30 mil por mês.

    Mesmo assim, comprou dois apartamentos com dinheiro do programa Minha Casa Minha Vida.

    Os especialistas em política dizem que a compra dos apartamentos pelo procurador Dallagnol é legal – mas imoral.

    DO QUE VOCÊ NÃO LÊ - O que os jornais convencionais não publicam, segundo o jornalista Mauro Donato, do jornal eletrônico Diário do Centro do Mundo:

    “Nenhuma das argumentações podem ser comprovadas com base no que se sabe até o momento,” afirmou a advogada Janaína Paschoal referindo-se ao episódio mais que explícito do envolvimento de Michel Temer em favor de uma artimanha imobiliária de seu então ministro da Secretaria de Governo, e amigo, Geddel Vieira Lima.

    Figura emblemática na armação do impeachment de Dilma Rousseff, para Janaína Paschoal os pedidos de um impeachment de Temer agora são ‘imaturos’.

    Imaturos? A indagação é do jornalista.

    MUNDO CHORA - Lamentável e triste acidente chocou a opinião pública mundial na manhã desta terça-feira, 29: o avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada, segundo informações das autoridades colombianas. 

    As primeiras notícias das autoridades colombianas informavam que foram registrados 76 mortos e seis sobreviventes. 

    O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

    Ainda de acordo com informações do Bom Dia Brasil, o diretor de um hospital envolvido no socorro disse que apenas seis pessoas sobreviveram ao acidente. São elas: os jogadores Alan Ruschel, Danilo, Follmann e Neto, o jornalista Rafael Henzel e um comissário não identificado.

     Uma sétima pessoa chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no caminho para o hospital.

    O ex-jogador Mário Sergio, comentarista do canal FoxSports, também está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil.

    NA CORDA BAMBA - Quem está na corda bamba e pode ter o seu mandato cassado a qualquer hora pelo Supremo Tribunal Superior é o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). Ele já foi denunciado junto à corte mais alta da justiça brasileira e aguarda julgamento para breve. 

    A acusação mais grave contra o chefe do governo de Minas é que ele deixou de  investir os mínimos constitucionais de 12% da receita de impostos e transferências na saúde e de 25% na educação em 2015 e fechou o ano com percentuais de 9,16% e 22,9%, respectivamente. 

    A informação é do procurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG), Daniel de Carvalho Guimarães, que falou à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais nessa segunda-feira, 28.

    NOVO CAPÍTULO DA NOVELA BR-251 - A duplicação da BR 251 (Francisco Sá-Salinas), que foi apadrinhada pela deputada federal Raquel Muniz, ganha mais um ridículo capítulo na manhã desta terça-feira, 29. É que estará falando às autoridades municipais, no auditório da Sociedade Rural, nada menos que o Superintendente Estadual do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre, Fabiano Cunha, que irá pediu apoio político visando a inserção de recursos da ordem R$ 250 milhões no orçamento da União de 2017. 

    Esse dinheiro, segundo o DNIT mineiro, permitirá a duplicação da BR 251 e a criação de terceiras faixas em pontos críticos. Fabiano Cunha atende convite das principais entidades de classes e termina o dia com reunião na Maçonaria, quando apresentará o projeto técnico da duplicação. 

    Quando se julgava que a Inês estava morta lá vem novo pedido de verbas para a estrada da morte.

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper