PITACOS – 01.12

    REPRESSÃO OFICIALIZADA - Na República do Engana-me que em Gosto da atualidade, implantada por esse governo golpista que usurpou e se instalou no Palácio da Alvorada, está difícil para o cidadão que vive no interior saber a verdade do que se passa na Capital do País. Por exemplo: o que os jornais virtuais disseram na Internet e o que aconteceu realmente na visão de quem esteve presente às manifestações populares contra a PEC 55, na Praça da Esplanada, na tarde dessa terça-feira, 29. 

    Isso pode ser constatado no depoimento feito pelo faceboquista Heleno Corrêa Filho, médico sanitarista e epidemiologista, que presenciou o acontecimento e assim o contou em mensagem postada no Facebook:

    "Não houve vandalismo. Eu estava lá e presenciei provocadores musculosos e barbados bem mais velhos que a meninada dos estudantes. Eles agem como a P2 da PM que tentou quebrar vidraças dos ministérios, virar carros e colocar fogo. Vandalismo é a versão da Globo e dos provocadores da P2 mascarados como se fossem blackblocks. 

    Os meninos secundaristas e universitários que estavam lá não têm tempo de ficar à toa nem comida de cavalo para engordarem daquele jeito. São provocadores. E a versão da Globonews não corresponde aos fatos. A Globo está cheia de ratos. A PM simplesmente atacou os manifestantes que estavam sentados no gramado em frente ao Senado. Jogou bombas de gás lacrimogêneo contra uns dez mil meninos e meninas em sua maioria menores de idade e infiltrou provocadores mascarados para atrair as bombas. 

    Os estudantes do século XXI não têm a experiência dos anos 60 para travar provocadores com seguranças. As meninas corriam apavoradas e os meninos são franzinos perto dos musculosos P2 fantasiados de blackblocks. Do ponto de vista histórico esta é a primeira manifestação pública reprimida com bombas na Esplanada dos Ministérios depois do general Nini do ditador Figueiredo, agora sucedido pelo novo ditador misterforatemer, o Pequeno. Nos últimos 32 anos (desde 1984) nenhuma manifestação pública foi agredida por jagunços fardados na Esplanada dos Ministérios. Antigamente, os opressores pelo menos resguardavam as aparências. Hoje, nem isso fazem mais.”

     

    GOLPE CRUEL - Para a bancada do PT no Senado, a aprovação da PEC 55, em primeiro turno, na noite dessa terça-feira, 29, “constitui-se num golpe cruel contra os direitos fundamentais inscritos na Constituição Cidadã de 1988” e colocará a política fiscal fora do alcance democrático do voto popular por duas décadas, reduzirá substancialmente os investimentos em saúde, educação, assistência social, previdência e outras áreas estratégicas para o futuro do Brasil e o bem-estar de sua população".

    Contra a votação, um grupo de estudantes e integrantes de movimentos sociais protestaram em frente ao Congresso Nacional e foram reprimidos pela polícia, gerando um confronto que deixou Brasília em cena de guerra.

     

    PAES – O CAMINHO MAIS FÁCIL PARA A UNIVERSIDADE - O Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior, da Universidade Estadual de Montes Claros, ainda permanece como o caminho mais fácil para o estudante garantir a sua vaga num curso superior naquela casa de ensino. Isso explica o porquê de tantos candidatos inscritos para as provas do PAES deste ano – 13 mil candidatos -. Os testes seráO aplicados no dia 11 de dezembro, em salas da própria Unimontes, sendo a parte matutina reservada para os candidatos das duas primeiras séries do ensino médio e a parte vespertina para os candidatos da chamada terceira etapa (3º ano do ensino médio), que são os candidatos que efetivamente disputam as vagas oferecidas pela Unimontes em 2017.

    Para 2017, a Unimontes oferece 755 vagas em 67 cursos de graduação ministrados em seus 12 campi e nos polos avançados nas regiões Norte, Noroeste e Central de Minas e no Vale do Jequitinhonha. As vagas contemplam os cursos das áreas de Administração, Agronomia, Artes/Música, Artes/Visuais, Artes/Teatro, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências da Religião, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Sistemas, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Letras/Português, Matemática, Medicina, Odontologia, Pedagogia, Química, Serviço Social, Sistemas de Informação, Tecnologia em Gestão Pública, Tecnologia em Agronegócio e Zootecnia.

    TURISMO NO PERUAÇU - Uma notícia das mais alvissareiras para os amantes do turismo no Norte de Minas: o Sebrae/Minas realiza, gratuitamente, nesta quinta, 1, e na sexta-feira, 2, o II Seminário de Turismo Sustentável de Itacarambi. As atividades serão realizadas no Clube Recreativo da cidade.

    O evento, fruto da parceria do Sebrae/Minas com a prefeitura, é direcionado a toda comunidade, especialmente gestores públicos, entidades de classes, empresários e lideranças comunitárias ligadas à cadeia produtiva do turismo. Outro objetivo do seminário visa mostrar aos participantes as oportunidades do turismo na região de Itacarambi, que tem entre suas riquezas turísticas o Parque Nacional Caverna do Peruaçu. 

    Vale a pena prestigiar o evento.

    E AGORA TEMER? - Essa notícia foi publicada na edição dessa quarta-feira, 30.11, do Estadão e merece replay: - “O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Operação Lava Jato, afirmou nesta quarta-feira, 30, que caso o novo projeto anticorrupção aprovado pelo plenário da Câmara seja sancionado pelo presidente Michel Temer, a ‘proposta é de renunciar coletivamente’. 

    Os deputados federais aprovaram na madrugada pelo menos 11 mudanças no texto do projeto de medidas de combate à corrupção, que havia sido aprovado na comissão especial, na semana passada.

    “Nós somos funcionários públicos, temos uma carreira no Estado e não estaremos mais protegidos pela lei. Se nós acusarmos, nós poderemos ser acusados. Nós podemos responder inclusive pelo nosso patrimônio. Não é possível em nenhum Estado de Direito que não se protejam promotores e procuradores contra os próprios acusados. Nossa proposta é de renunciar coletivamente caso essa proposta venha a ser sancionada pelo presidente”, disse Santos Lima.

    CHANTAGEM - Para o deputado Paulo Pimenta (PTRS) a ameaça dos integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato de renunciarem ao cargo caso o presidente Temer sancione o projeto anticorrupção, aprovado na madrugada dessa quarta-feira, 30, em plenário, pela Câmara dos Deputados, é uma “chantagem” que eles estão fazendo ao Legislativo e ao Executivo do País.

    "Todos sem exceção são iguais perante a lei", diz Pimenta, lembrando que a decisão da Câmara é "soberana". Entidades do setor Judiciário criticaram duramente a inclusão, pelos deputados, da proposta do abuso de autoridade no pacote das dez medidas contra a corrupção, proposta pelo Ministério Público à Câmara.

    "O juiz deve responder como cidadão. Nós não vamos aceitar uma tentativa de chantagem em relação ao Congresso Nacional", afirma ainda Pimenta. "Nós não vamos recuar. Há um sentimento da sociedade que está cansada da corrupção, é verdade, mas também está cansada de privilégios", diz. "Ninguém está acima da lei, essa é a hora de o Brasil fazer justiça", finaliza.

    PF GANHA TERRENO - Se depender da Prefeitura, a Delegacia de Polícia Federal terá sede própria em Montes Claros, para melhorar a prestação de serviços à sua extensa área de atuação na região. É que o prefeito José Vicente, do PMDB, assinou, na manhã dessa segunda-feira, 28, Projeto de Lei que visa à cessão de uso de um terreno para a PF viabilizar o projeto. A Delegacia funciona em prédio alugado na Rua Coração de Jesus, nas proximidades da Prefeitura.

    De acordo com o delegado Marcelo Freitas, a construção da sede própria é um sonho antigo da instituição e a cessão do terreno representa um primeiro passo para a criação “de um novo cenário para a Polícia Federal na região”. 

    ODEBRECHT PÕE FOGO NO CIRCO - Interessante: alguns leitores da coluna Pitacos já estavam questionando o sumiço das notícias sobre a Deleção Premiada dos diretores da Odebrecht quando, nessa quarta-feira, 30, no mesmo dia em que procuradores da Lava Jato ameaçaram renunciar, em represália ao pacote da Câmara que prevê punições a juízes e procuradores, vazaram trechos de uma das delações da Odebrecht, que tem potencial para aniquilar o líder do governo Temer, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

    As informações constam de reportagem do jornalista Severino Motta, do DCM, que narra a certa altura: "Segundo o delator Cláudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht em Brasília, Jucá, que era chamado de "Índio", recebeu R$ 22 milhões que posteriormente eram divididos com outros caciques do PMDB, no caso, Renan e Eunício.”

    Ainda de acordo com o mesmo delator - diz a reportagem –

    o grupo atuou, por exemplo, na tramitação da 'MP do Bem', no projeto de resolução que tratou da chamada 'Guerra dos Portos', em matérias tributárias, de fornecimento de energia para grandes consumidores do Nordeste, entre outros temas."

    Pelo andar da carruagem, as Delações Premiadas da Odebrecht, se autorizadas pelo STF, vão colocar fogo no circo da corrupção na República do Engana-me que eu Gosto.

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper