“Trem da Alegria”: Secretário de Zema libera vacinação contra Covid-19 para 500 servidores em MG

 

Carlos Eduardo Amaral e Romeu Zema no lançamento do Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 no Planalto (Foto: Governo de MG)

 Em sabatina na Assembleia Legislativa de Minas, Carlos Eduardo Amaral confirmou o “fura-filas” na secretaria e disse que ele próprio tomou o imunizante para “dar exemplo”

Carlos Eduardo Amaral, secretário de Saúde do governo Romeu Zema, do Partido Novo, em Minas Gerais, promoveu um verdadeiro “trem da alegria”, liberando a vacinação para cerca de 500 funcionários da pasta que não estariam na lista de grupos prioritários.

O Ministério Publico Estadual e a Polícia Federal investigam se houve desrespeito à fila de imunização, já que a lista teria incluído inclusive jornalistas que trabalham na pasta e outros funcionários que ocupam cargo de confiança.

Em sabatina na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta quarta-feira (10), Amaral confirmou o “fura-filas” na secretaria e que ele próprio tomou o imunizante, dizendo que se vacinou para “dar exemplo”.

Amaral, no entanto, afirmou que teria que consultar o jurídico para abrir os nomes dos 500 servidores que teriam participado do “trem da alegria”, como definiu o presidente da casa, Agostinho Patrus (PV), que cogita instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o caso.

“Furar a fila da vacinação sem nenhum argumento razoável, enquanto avós não veem seus netos há mais de um ano e pessoas morrem em hospitais, é motivo suficiente para a
@assembleiamg abrir uma CPI e investigar a fundo o absurdo ‘trem da alegria’ da imunização”, tuitou.

O deputado federal Rogério Correia (PT/MG), também denunciou o fura-fila da vacina do Governo Zema, na Câmara dos Deputados. Veja no vídeo abaixo.

Deixe um comentário