Sequência de medalhas: Brasil fatura ouro, prata e bronze na natação 🥇🥈🥉

Gabriel Bandeira, Gabrielzinho e Phelipe Rodrigues alcançaram o pódio, cada um com uma medalha em diferentes competições da natação

Ouro, prata e bronze na natação! A sequência de vitórias para o Brasil marcou o início desta quarta-feira nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. O paulista Gabriel Bandeira e o mineiro Gabriel Geraldo Araújo, também conhecido como Gabrielzinho, conquistaram as duas primeiras medalhas para a natação brasileira na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Bandeira levou o ouro com o tempo de 54s76, alcançando o novo recorde paralímpico na prova de 100 metros borboleta da classe S14 (deficientes intelectuais).

No Centro Aquático de Tóquio, Gabriel Bandeira exibe sua medalha de ouro  (Miriam Jeske/CPB)

Já a prata veio na prova dos 100m costas da classe S2 (deficiência físico-motora). Gabrielzinho fez o tempo de 2min2s47. Essa foi a primeira medalha do Brasil as Paralimpíadas 2020. As competições de natação serão disputadas no Centro Aquático de Tóquio.

Nos 100m borboleta, atrás de Gabriel Bandeira, de 21 anos, ficou o britânico Reece Dunn, que levou medalha de prata, tendo obtido a marca de 55s12. Ele é o atual recordista mundial. Na sequência tivemos o australiano Benjamin Hance, com o tempo de 56s90.

Gabriel Geraldo, o Gabrielzinho, é o primeiro medalhista do Brasil nas Paralimpíadas 2020 (Miriam Jeske/CPB)

Já na classe S14, à frente de Gabriel Geraldo Araújo, de 19 anos, ficou apenas o chileno Alberto Abarza, que se tornou campeão paralímpico após atingir 2min00s40. Já o bronze quem levou foi Vladimir Danilenko, do Comitê Olímpico Russo, com a marca de 2min02s74.

Phelipe Rodrigues conquistou o bronze nos 50m livre da classe S10 (Alê Cabral/CPB)
Depois foi a vez de Phelipe Rodrigues garantir o bronze nos 50m livre, da classe S10, com o tempo de 23.50. A medalha é a oitava da carreira de Phelipe, que está em sua quarta Olimpíada. Especialista no nado livre, o nadador de 30 ans já acumula cinco pratas e dois bronzes no currículo, incluindo duas pratas nos 50m livre.

Com Agência Brasil

Deixe um comentário