Montes Claros é referência em serviços de atendimento em saúde mental

Celebrado nacionalmente através de campanhas e ações de prevenção ao suicídio, o “Setembro Amarelo” tem por objetivo conscientizar a população sobre os índices crescentes e alarmantes de casos de autoextermínio registrados no Brasil.

Em Montes Claros, para enfrentar esse problema, a Prefeitura executa ações e campanhas ao longo de todo o ano. O Município possui uma rede de serviços para atendimento psicossocial em saúde mental. A rede inclui o Centro de Atenção Psicossocial para crianças e adolescentes (CAPSi), os Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD e CAPS ADIII 24h), e o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II).

Outro serviços disponibilizados são a Psicologia na Atenção Primária, Emergência 24 horas via SAMU e UPA, leitos hospitalares de saúde mental e ambulatórios de Psicologia e Psiquiatria, onde os pacientes são acolhidos nas suas mais diversas necessidades.

Os índices crescentes de suicídios nas últimas décadas alertam sobre a importância de falar sobre o assunto. Ainda existem diversos preconceitos e paradigmas a serem quebrados em relação ao tema, mas colocá-lo em pauta na sociedade é fator importante. O apoio profissional pode ser muito importante para superar uma fase difícil ou receber o diagnóstico correto para um tratamento efetivo. Por mais complicada que seja a situação, há sempre uma saída.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) também trabalha para oferecer suporte emocional e realizar a prevenção do suicídio. A organização é reconhecida como de Utilidade Pública Federal desde a década de 1970. Voluntários ficam à disposição 24 horas por dia para oferecer atendimento pelo telefone 188 ou pelo chat online no site: www.cvv.org.br. O atendimento é anônimo e sigiloso.

Se você está passando por um momento difícil e percebe que não consegue lidar com suas angústias sozinho, busque ajuda. Você não está sozinho!

Deixe um comentário