Brasil fecha Paralimpíadas em sétimo lugar com 72 medalhas e recorde de ouros

Com 22 medalhas de ouro, Brasil faz sua melhor campanha nas Paralimpíadas. Assista à festa de encerramento

A medalha de prata de Alex da Silva na maratona T46, na noite deste sábado no Brasil (4), manhã de domingo no Japão, foi a 72ª e última conquista do país na Paralimpíada de Tóquio. É o recorde em uma só edição dos Jogos, igualando o número da última edição, no Rio 2016. Foram 22 medalhas de ouro, 20 de prata e 30 de bronze. O Brasil quebrou o recorde de medalhas de ouro que era de 21 em Londres 2012. Com as conquistas, o país ficou em sétimo lugar na classificação geral.

A posição no quadro de medalhas pode até ser igual à de Londres 2012, sétimo lugar, e o número total de pódios empata com a Rio 2016, com 72. Mas além do ouro a mais, saltam aos olhos a renovação da delegação e a diversidade de modalidades medalhadas, além da consistência entre os maiores: o país ficou no top 10 pela quarta edição seguida dos Jogos, e dessa vez com 14 modalidades subindo ao pódio. E alcançou seu centésimo ouro em Paralimpíadas, chegando a 109 no fim.

A medalha de número 72 foi na classe T46 para deficientes físicos da prova mais exaustiva e desgastante do Atletismo, a Maratona, graças à prata de Alex Douglas Pires da Silva, gaúcho de Sapiranga, de 31 anos de idade. Aos oito, num exame trivial de Educação Física na sua escola primária, Alex descobriu que o seu braço esquerdo era mais curto que o direito. Sua família buscou orientação e lhe recomendaram uma cirurgia na articulação do ombro. Haveria riscos, porém. E ele se adaptou à situação e até se tornou paratleta. Num grupo de 12 corredores, apenas se livrou do pelotão do meio por volta de 3/4 dos 42km195 oficiais. Não conseguiu passar o chinês Li Chaoyan, 2h25’50”. Todavia, com o tempo de 2h27”00, definiu um novo recorde sul-americano na sua classe.

Veja:

A lista de medalhas do Brasil por esporte é a seguinte:

ATLETISMO * 28 (8 de ouro, 9 de prata e 11 de bronze)

Mulheres: 9

Homens: 19

NATAÇÃO * 23 (8-5-10)

Mulheres = 8

Homens = 12

Equipes mistas = 3

CANOAGEM * 3 (1-2-0)

Homens = 3

TAEKWONDO * 3 (1-1-1)

Mulheres = 2

Homens = 1

JUDÔ * 3 (1-0-2)

Mulheres = 3

TÊNIS DE MESA * 3 (0-1-2)

Mulheres = 3

BOCHA * 2 (0-0-2)

Homens = 2

FUTEBOL DE CINCO * 1 (1-0-0)

Homens = 1

GOALBALL * 1 (1-0-0)

Homens = 1

LEVANTAMENTO DE PESOS * 1 (1-0-0)

Mulheres = 1

ESGRIMA * 1 (0-1-0)

Homens = 1

HIPISMO * 1 (0-1-0)

Homens = 1

REMO * 1 (0-0-1)

Homens = 1

VÔLEI SENTADO * 1 (0-0-1)

Mulheres = 1

Assista ao vídeo de encerramento dos Jogos:

Deixe um comentário