Uber – Lady Driver: de mulher para mulher chega a MOC

Lady Driver é um aplicativo de transporte criado por uma mulher para uso exclusivo de mulheres. Isso significa que apenas mulheres podem se cadastrar como motoristas e/ou solicitar uma corrida como passageira

MAIS SEGURANÇA – Pesquisa revela que 97% das mulheres já passaram por alguma situação de assédio no transporte por aplicativo, o que fortalece a oferta do serviço por motoristas do sexo feminino

Montes Claros conta com um novo serviço de transporte de passageiros: o Lady Driver. O aplicativo é voltado exclusivamente para o público feminino, tanto na direção como no banco de passageiro.

De acordo com Letícia Lauton, uma das embaixadoras do Lady Driver em Montes Claros, o cadastro para trabalhar no app já pode ser feito.

“Tanto motoristas quanto passageiras já podem baixar o aplicativo. Já temos um número expressivo de mulheres cadastradas em Montes Claros, mas o momento é de cadastro para as motoristas”, explica. Em breve, o aplicativo será liberado para o cadastro das passageiras.

A expectativa é a de que o serviço comece a ser prestado em dezembro. Uma pesquisa de mercado está sendo feito pela empresa para elaboração da tarifa.

“Um dos quesitos que temos observado ao entrevistar mulheres que já são motoristas profissionais e que dirigem por outro aplicativo de transporte é a questão de serem tarifadas a partir do deslocamento e não do embarque da passageira”, afirma Letícia.

Isso será um diferencial do Lady Driver. “Haverá também a possibilidade de fazer saques e receber o valor no mesmo dia”, explica Letícia.

CRITÉRIOS
Para ser motorista no app, é preciso ser habilitada, ter na carteira de habilitação o EAR (Exerce Atividade Remunerada) e o carro não pode ter mais de oito anos de uso.

A proposta da empresa Lady Driver, responsável pelo aplicativo, é de atender ao universo feminino que, muitas vezes, já passou por situações inconvenientes ao usar outros apps de transporte, além de ser o único que gera independência financeira para a motorista com total segurança.

O serviço foi criado em 2017 por Gabryella Corrêa, hoje CEO da plataforma. A ideia surgiu de uma experiência desagradável que a executiva teve em uma viagem convencional.

ASSÉDIO
Segundo pesquisa conjunta do Instituto Locomotiva e do Instituto Patrícia Galvão, realizada em 2019, 97% das mulheres já passaram por alguma situação de assédio no transporte por aplicativo.

Outra estatística: 69% das motoristas mulheres já afirmaram ter recusado corridas de aplicativos por se sentirem inseguras.

Disposta a fazer algo diferente, Gabryella lançou o app, atitude que inspirou as empresárias Letícia Lauton e Renata Bicalho a investirem e trazerem esta novidade para Montes Claros.

Elas sabem que as mulheres se sentem mais seguras fazendo viagens por aplicativos com motoristas do mesmo sexo.

Cidade feminina
Um dos fatores preponderantes para a chegada da Lady Driver a Montes Claros é que, segundo o IBGE, quase 52% da população da cidade é feminina. “A base do relacionamento entre nossas motoristas e passageiras é o grande diferencial. Nosso objetivo é proporcionar independência financeira feminina e, ao mesmo tempo, gerar confiança e acolhimento para todas as mulheres. Apostamos no empreendedorismo feminino, no empoderamento e na união das mulheres pelo bem comum”, destacam as embaixadoras do Lady Drive em Montes Claros, Renata Bicalho e Letícia Lauton.

O contato da Central de Cadastro de Motoristas é o WhatsApp: (11) 98998-0166. Mais informações pelos telefones: (38) 99892-7738/ 99977-1107.

ECN, com informação de Leonardo Queiroz – O Norte

Deixe um comentário