Governo de Minas leiloa veículos apreendidos em operações; lances já estão abertos

Motocicleta Suzuki TL1000S é um dos destaques do leilão (Sejusp/Divulgação)

Mais um leilão do Governo de Minas vai contar com vários veículos apreendidos em operações contra o tráfico de drogas e outros crimes relacionados. Desta vez, os destaques entre os 19 veículos são um caminhão Mercedes-Benz 710, um Hyundai HB20 e uma motocicleta Suzuki TL1000S.

O nono leilão da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) deste ano será realizado na próxima quinta-feira (18), e os lances já estão abertos (saiba como participar abaixo).

A iniciativa faz parte do projeto “Esforço Concentrado para a Redução dos Bens Aguardando Destinação”, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, via Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), em parceria com o Governo de Minas, por meio da Sejusp.

De acordo com o governo, assim que voltarem ao estado, todos os recursos arrecadados devem ser aplicados em ações de redução da oferta e da demanda de substâncias ilícitas e em campanhas, estudos e capacitações relacionadas à temática das drogas.

Os recursos também são aplicados na própria gestão do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) e nas despesas decorrentes do cumprimento das atribuições da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, órgão gestor do fundo.

Como participar
Para realizar um lance no leilão de veículos da Sejusp, é só acessar este link. Por meio do site, o cidadão também pode obter informações sobre os itens e avaliar as fotos dos bens disponíveis.

Já quem quiser conhecer os veículos pessoalmente deve fazer agendamento prévio por meio do telefone disponível no edital, que pode ser acessado aqui. A visitação ocorre no dia anterior à data do leilão.

Ainda segundo o Governo de Minas, os itens considerados recuperáveis podem voltar à circulação e têm direito à documentação. Os arrematantes são isentos de multas, encargos e tributos anteriores à aquisição.

Já os bens alienados como sucatas irrecuperáveis só podem ser adquiridos por empresas de desmonte ou reciclagem, devidamente credenciadas em órgãos de trânsito.

Deixe um comentário