Minas reduz de dois meses para 21 dias o intervalo de aplicação da vacina da Pfizer

Com mais de 12 milhões de moradores protegidos com as duas doses da vacina contra a Covid-19, Minas pretende atingir a imunidade coletiva até o fim deste ano. A meta da Secretaria de Estado de Saúde é chegar a 70% da população total do território com as duas aplicações ainda em dezembro. Atualmente, o índice está em quase 62%.

Para acelerar esse processo, o Estado decidiu reduzir o intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina da Pfizer de dois meses para 21 dias. A medida passa a valer neste sábado, quando será publicada a deliberação aprovada pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

A subsecretária de Vigilância em Saúde da SES-MG, Janaina Passos, avalia que, com a aceleração da vacinação, aumenta a quantidade de pessoas com esquema vacinal completo. “Dessa forma, conseguimos reduzir os índices de transmissão da doença e as internações, principalmente os casos graves”, explica.

Até o momento, segundo dados registrados pelos municípios nesta sexta-feira (19), a cobertura vacinal de indivíduos acima de 12 anos, em Minas, com a primeira dose (D1) é de 89,81%. Já com a segunda dose (D2) ou dose única é de 72,07%. Além disso, 1.467.896 pessoas já receberam a dose de reforço.

Em Montes Claros, mais de 303 mil pessoas já receberam a primeira dose contra a Covid-19. Pouco mais de 226 mil já completaram o ciclo vacinal com a segunda dose. O reforço já chegou a 17.600 montes-clarenses.

Janaina Passos reforça que a segunda dose é fundamental para evitar o aumento de casos graves e garantir proteção coletiva.

Mesmo com a melhora dos índices nas últimas semanas – a incidência do vírus caiu 24%, atingindo a marca de 25 casos para cada 100 mil habitantes – a gestora lembrou que os cuidados devem ser mantidos.

“É importante seguir com os protocolos sanitários, como uso de máscaras, higienização das mãos e cumprir esquema de vacinação para termos sucesso nos esforços no enfrentamento da pandemia”.

MAIS DOSES
Para ajudar na aceleração da vacinação, a SES-MG espera receber do Ministério da Saúde o quantitativo de doses suficiente. Nesta sexta-feira, mais de 449 mil unidades da Pfizer desembarcaram no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. Os produtos foram armazenados na Central Estadual da Rede de Frio e depois serão encaminhados aos 853 municípios.

De acordo com o Vacinô-metro, painel da Secretaria de Saúde que monitora a campanha, 16,7 milhões de mineiros foram vacinados com a primeira dose ou dose única contra o coronavírus. A terceira aplicação foi administrada em quase 1,5 milhão de cidadãos.

Deixe um comentário