A mutação da humanidade – Por Pedro Neto *

A palavra mutação é sinônimo de tendência, facilidade para mudar de ideia, atitude, inconstância, volubilidade. Portanto, é o mesmo que estar sempre se modificando, para melhor ou para pior, na prática ou na teoria. É uma das principais características do ser humano que, infelizmente, muda de ideia e de comportamento a todo instante, na maioria das vezes, para praticar o mal e prejudicar os outros e a si próprio.

Sem fanatismo religioso, a Bíblia, escrita há milhões de anos, já previa o crescimento da maldade e comprova, inclusive, a mutação humana. Personagens bíblicos que tinham tudo para não errar, cometeram falhas que prejudicaram suas trajetórias de sucesso. Basta citar como exemplo o Rei Salomão, o mais sábio, que mesmo tendo suas súplicas atendidas por Deus, pecou por causa de seus desejos carnais.

Vamos aos fatos sobre mutação. O ser humano tenta provar que é vítima das mutações provocadas por vírus diversos, os mais recentes provocados pela pandemia. Mas, na verdade, nós, que poderíamos aprender com as lições na Natureza, estamos cada vez mais enrolados e perdidos com nossa própria maneira de agir, pensar e falar.

Senão, vejamos: Um dos principais motivos é nossa insatisfação com o que somos ou temos. Nunca estamos satisfeitos, Muitas vezes buscamos o novo, o desconhecido e nos ferramos, Ou não, Na própria genética, ou prova: nascemos de um jeito mas queremos nos modificar. Por comportamento ou usando as inovações da medicina. Ou, plagiando Ney Matogrosso, queremos ser masculinos e femininos.

Mas a pandemia mostrou nossa mutação mais recente. Antes da Covid o ser humano, esta bruto, ignorante, insuportável. Na pandemia, perdendo amigos, parentes e desconhecidos, ficamos com medo, educados, pacientes, solidários, generosos. Nem passou o perigo, e nós já voltamos a ser nervosos, brutos, estressados, incompreensivos… Maldosos, mesmo.

Enfim, a pandemia que assustou o Mundo, não foi suficiente para melhorar a humanidade.

* Pedro Neto é jornalista e servidor público municipal de Montes Claros

Deixe um comentário