Derrota da extrema-direita – Emmanuel Macron é reeleito presidente da França

Atual presidente foi reeleito com 58,2% dos votos válidos diante de 41,8% da candidata da extrema direita, de acordo com os primeiros resultados divulgados neste domingo (24).

 Pela segunda vez consecutiva, Emmanuel Macron, do partido República em Marcha, venceu as eleições presidenciais na França contra Marine Le Pen (Reunião Nacional). De acordo com a Rádio França Internacional, Macron obteve 58,2% dos votos válidos diante de 41,8% da candidata da extrema direita.

As projeções divulgadas no início da noite são uma estimativa realizada por institutos de pesquisa a partir da apuração de votos de uma mostra de seções de eleitores em todos os territórios do país. Os números serão aprimorados ao longo da noite conforme a apuração avance. Segundo esses primeiros dados, após uma campanha marcada pela guerra na Ucrânia e pela alta da inflação, que afetou o poder aquisitivo da população, os franceses decidiram apostar novamente em Emmanuel Macron.

Muitos dos eleitores de Macron foram às urnas para bloquear a chegada ao poder da extrema direita, com a candidata Marine Le Pen, que admitiu a derrota minutos após o fechamento das urnas.

Macron é o primeiro presidente a ser reeleito na França desde o conservador Jacques Chirac (1995-2007). “Obrigado por estarem aqui novamente”, disse aos mesários após votar na cidade costeira de Le Touquet, no norte francês, neste domingo, de acordo com o portal G1. Marine Le Pen já havia votado mais cedo em seu reduto de Hénin-Beaumont, também no norte do país.

Com informações dos portais da RFI e do G1.

Deixe um comentário