Primeiro caso de varíola dos macacos é confirmado no Norte de MG

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Janaúba, trata-se de um paciente que esteve em São Paulo e que também passou por um procedimento médico em Montes Claros.

O primeiro caso de varíola dos macacos do Norte de Minas Gerais foi confirmado em Janaúba. Esse é o único que aparece em toda a região macronorte de saúde – composta por 86 municípios – no painel que mostra o monitoramento da doença pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Os dados são referentes ao início da tarde desta terça-feira (2).

Em Minas Gerais, 314 casos foram notificados, sendo que 74 são considerados confirmados, 18 aparecem como prováveis, 112 são suspeitos e 110 já foram descartados.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Janaúba, trata-se de um paciente que esteve em São Paulo e que também passou por um procedimento médico em Montes Claros.

“Ao apresentar sintomas semelhantes aos da Covid-19, o paciente foi ao Centro Sentinela, em Janaúba, e fez o teste que deu negativo para a Covid. No entanto, ele apresentou outros sintomas e, novamente, submetido a avaliação médica. A equipe fez hipótese diagnóstica de Monkeypox, resultado positivo.”

Ainda conforme o município, desde que foi atendido, há duas semanas, o paciente está em isolamento. A confirmação da doença foi feita por exame laboratorial e chegou nessa segunda-feira (1º).

A Prefeitura informou também que bloqueio epidemiológico já está sendo feito, o objetivo é identificar os contatos que o paciente teve até ser colocado em quarentena.

Pelas informações que constam na plataforma da SES, o caso é de um homem, com idade entre 30 e 39 anos, que não precisou de ser hospitalizado.

O painel ainda mostra ainda outras cidades na área de cobertura da Inter TV que notificaram casos. Os registros são atualizados diariamente e estão sujeitos a alterações.

 

Sobre a doença

A varíola dos macacos é uma doença viral rara transmitida pelo contato próximo com uma pessoa infectada. Os sintomas iniciais costumam ser febre, dor de cabeça, dores musculares, dor nas costas, gânglios (linfonodos) inchados, calafrios e exaustão.

Varíola dos macacos: veja lista de sintomas e como se proteger

Usar máscaras, manter o distanciamento e a higienizar as mãos são formas de evitar o contágio pela doença, como informou a a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Tais medidas não farmacológicas, como o distanciamento físico sempre que possível, o uso de máscaras de proteção e a higienização frequente das mãos, têm o condão de proteger o indivíduo e a coletividade não apenas contra a Covid-19, mas também contra outras doenças.”

Deixe um comentário