PF prende bolsonarista que convocou atiradores para protesto contra Lula

Milton Baldin foi preso nas proximidades do acampamento bolsonarista localizado em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília

A Polícia Federal prendeu na noite desta terça-feira (6) o empresário bolsonarista Milton Baldin, que participava de manifestação antidemocrática em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília, e que havia convocado atiradores para participar de um ato contra o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A ordem de prisão partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Segundo o jornal O Globo, a convocação por parte do empresário ocorreu em 26 de novembro, em um vídeo divulgado nas redes sociais.

“Gostaria de pedir ao agronegócio, aos empresários, que deem férias aos caminhoneiros e mandem os caminhoneiros para Brasília. São só 15 dias, não vai fazer diferença. Também pedir aos CACs, atiradores que têm armas legais”, afirmou o bolsonarista aos manifestantes concentrados em frente ao QG do Exército.

Ele foi preso nas proximidades do acampamento, em um momento no qual se afastou do local.

Deixe um comentário