Lia Santos na final do concurso Cartaz da Paz do Lions Club Internacional

Um mundo mais colorido é o que deseja a estudante de 12 anos da Escola Estadual Professor Plínio Ribeiro, de Montes Claros, Lia Santos de Gitirana, que concorreu à etapa internacional do Concurso Cartaz da Paz do Lions Club Internacional, após ser finalista nas fases, regional, estadual e nacional, onde concorreu com alunos de instituições públicas e privadas de Minas e do Brasil. Liderar com compaixão foi o tema da competição neste ano em que a Lia foi finalista e deseja subir no pódio mais alto para trazer a vitória para o Brasil. Se vencedora, a aluna poderá ir aos Estados Unidos para receber a premiação de U$$ 5 mil e uma viagem à Convenção Internacional com acompanhante. A divulgação do vencedor está prevista para ocorrer em 1º de fevereiro de 2023.

O que permitiu essa conquista à estudante foi seu projeto de desenho criado com orientações da professora de arte, Ana Paula Peito Murta, que também apoiou mais 12 alunos da escola, selecionados para competir internamente. Lia conta que fez um cartaz bem criativo, começou a desenhar a ideia que pensou dentro do carro. Ela destaca seu sentimento pela arte como uma forma de quebrar preconceitos para valorizar a condição humana do vivenciar. “A arte representa a diversidade entre diferentes raças e etnias não só no Brasil, mas em diversos países. O mundo está muito cinza, robotizado, falta interatividade e amor na relação humana para compreender e respeitar as diferenças, extinguir o preconceito e o racismo, ainda tão presentes na nossa sociedade”, afirma Lia Gitirana, que participou do Concurso pelo Lions Clube Montes Claros Sertanejo.

Ana Paula Peito Murta, professora de arte da estudante, explica que os rascunhos do projeto mostraram que a adolescente tinha muita sensibilidade e habilidade para expressar na arte o tema proposto no concurso que a levou a conquistar essa importante vitória tão cedo na vida. “Ela é uma menina extremamente criativa, pois em sala de aula sempre propõe uma atividade a mais do que apresentamos aos alunos. Tem um olhar sensível para enxergar além do conteúdo, na percepção artística. É uma estudante nota 10, falta palavras para explicar como uma menina tão nova tem tanta sabedoria sobre diversidade, sobre passar para o papel contextos de temas tão complexo como o papel de um líder”, destacou a professora.

O desenho que garantiu a Lia chegar à etapa internacional mostra uma líder com um coração na mão, recebendo a luz da paz, compartilhando essa luz com seus liderados de diferentes etnias, portadores de deficiência, negros, albinos, obesos, magro, alto, baixo, mãe solo, entre outros, representando que é possível liderar de forma igualitária, inclusiva. “A arte está comigo desde a infância, sempre tive dons artísticos. Minha mãe é a maior incentivadora, me apoia em tudo. É maravilhoso chegar nessa etapa. Eu amo a arte e estou muito feliz por representar o Brasil”, expressou a estudante.

Edição 2021 – A estudante da rede estadual de ensino também participou do concurso do Lions intitulado de “Estamos todos conectados”, no ano passado, quando venceu a etapa regional, sendo premiada com um troféu e certificação da competição, coordenada pelo Lions Clube Montes Claros Sertanejo, que representa a instituição internacional na cidade.

Sobre o Lions – Lions Clubs International é uma organização mundial de clubes de serviço, fundada nos Estados Unidos em 1917. Trabalha com objetivo de promover o entendimento entre as pessoas em uma escala internacional, atender às causas humanitárias e promover trabalhos voltados para as comunidades locais. Desde 1998 que a instituição realiza o concurso anual do Cartaz da Paz para incentivar os jovens a expressarem suas perspectivas sobre a paz.

Via jornal Gazeta

Deixe um comentário