Com risco de prisão no Brasil, Bolsonaro cogita manter estadia nos Estados Unidos

Grupo de empresários bolsonaristas quer torná-lo um “palestrante” para viabilizar financeiramente sua estadia no país – Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/Presidência da República)
Temendo ser preso no Brasil por incitar os ataques terroristas do último dia 8 em Brasília, Jair Bolsonaro (PL) cogita ficar mais tempo nos Estados Unidos. Reportagem da Folha de S. Paulo revela que Bolsonaro está sendo incentivado por um grupo de empresários bolsonaristas de São Paulo.
De acordo com a publicação, o grupo “montou um plano inicial para custear a estadia do político no país, para onde o político viajou no dia 30 de dezembro, visando evitar participar da transmissão da faixa presidencial para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no dia 1º de janeiro”.
O grupo planeja tornar Bolsonaro um ‘palestrante’ de política. Para isso, “foram acertadas com empresários americanos seis palestras, cada uma pagando US$ 10 mil (quase R$ 51 mil no câmbio de hoje). Bolsonaro, segundo uma pessoa com conhecimento do assunto, se comprometeu a proferir pelo menos uma delas”, destaca o jornal.

Deixe um comentário