Acaba nesta quarta-feira, 12, a 36ª edição do Festival de Arte Contemporânea Psiu Poético. Foram dias de muitas atividades culturais, em diversos pontos da cidade. Entre lançamentos de livros, saraus e exposições, Montes Claros vivenciou uma verdadeira celebração ao universo poético, em todas as suas vertentes.

 O tema do Psiu deste ano é “Ciberpoemagia”, uma alusão ao período em que os poetas, em tempos de isolamento social, usaram a internet como principal ferramenta para a divulgação de seus trabalhos. Nesta edição, foram homenageados os artistas Carla Andrade, Brenda Marques, Georgino Neto, Damião Cordeiro, Paula Andrade e Tchello d´Barros.

Para Georgino Neto, participar do evento proporcionou a ele momentos de emoção e alegria: “caminhar por tantos espaços da cidade, com tantas vozes plurais e bonitas, é certamente o acontecimento mais importante que me envolveu na seara poética, artística e cultural”.

Brenda Marques comunga do mesmo sentimento e completa: “foi uma oportunidade muito interessante de compartilhar e vivenciar momentos de encontros poéticos”.

PROGRAMAÇÃO – Na quarta-feira, 12, último dia de festival, o Dia das Crianças será na Praça Doutor Chaves (Praça da Matriz). No local haverá uma grande intervenção poética, com a presença de poetas, crianças, músicos e atores, com apresentações especiais dos palhaços Bubu e Paulinho. Às 20 horas, no Centro Cultural, será lançado o livro “O desgraçado sr. humano e poemas anticínicos”, de Anelito de Oliveira. As performances serão de Mirna Mendes, Renilson Durães e Aroldo Pereira. O encerramento ficará por conta do Grupo Espíritus da Noite, com o espetáculo “Celebrando a vida 36 anos depois”.

PSIU – O Psiu Poético é realizado pela Prefeitura de Montes Claros, em parceria com o Grupo de Literatura e Teatro Transa Poética e a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). O Festival não é um concurso, nem tem como propósito premiar o primeiro lugar de cada categoria. Seu princípio básico é celebrar a poesia, promovendo o encontro de poetas e artistas de todos os lugares, abrindo espaços de ocupação artística, discutindo e apresentando a produção contemporânea a um amplo público formado por estudantes, educadores, leitores, atores, performers e escritores.

Fonte: Ascom-Prefeitura de Montes Claros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + doze =