Acostumado a assumir responsabilidades desde cedo, o volante Casemiro é um dos principais destaques da seleção brasileira, que conquistou, nesta segunda-feira (18), sua segunda vitória na Copa do Mundo do Catar.

A equipe do técnico Tite venceu a Suíça por 1 a 0, gol justamente do camisa 5, homem de confiança do treinador.

Um dos líderes da seleção, Casemiro, a mãe Magda e os irmãos Lucas e Bianca foram abandonados pelo pai quando ele era adolescente, fazendo com que, como mais velho, fosse obrigado a assumir o “posto” de chefe de família. Quando a mãe saía para trabalhar, o hoje jogador cuidava da comida de todos.

“Ele sempre foi muito quietinho, muito reservado. Faz pouco tempo que ele falou que, quando ia para os jogos, via os pais com os filhos torcendo por eles e pensava. ‘Nossa, por que meu pai não está aqui?’. Eu acho que foi uma época muito difícil. Ele não tinha a presença de um homem, um homem como referência. Era eu, ele, a minha irmã e a minha mãe”, declarou Lucas, irmão mais novo de Casemiro, em entrevista ao UOL, em 2016.

“Ele falava: ‘tenho que ser pé no freio. Já que eu sou o pai, eu tenho que traçar um caminho que é mais difícil. Não posso só me agradar, tenho que seguir meu sonho, mas tenho uma família atrás de mim por quem vou lutar com unhas e dentes. Lá em casa sou o pai da família, a última palavra é minha. Vou sempre mandar primeiro para casa, depois o que sobrar é meu’”, relembrou o amigo Bruno dos Anjos, que jogou com ele na base do São Paulo.

Casemiro só teve contato com uma referência paterna quando conheceu Nilson Moreira, o olheiro que o descobriu no começo da carreira.

“Pela infância que tive, pelo meio, era fácil você se perder. Até mesmo no mundo das drogas, no mundo de coisa errada e o Moreira foi um cara que me acolheu, foi um cara que foi um pai que eu não tive na minha infância”, relatou o atleta, em entrevista ao Na Telinha, no UOL.

Jogador começou no São Paulo e tem carreira vitoriosa na Europa

O volante começou nas categorias de base do São Paulo e, na Europa, atuou no Porto, Real Madrid e, recentemente, se transferiu para o Manchester United pelo equivalente a R$ 300 milhões.

Casemiro é casado há oito anos com Anna Mariana e tem dois filhos: Sara, de 6, e Caio, de 1 ano.

Via Revista Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =