“Marchamos em defesa da vida, da democracia e dos direitos, pedindo respeito para as pessoas de todas as raças, religiões, gêneros e orientações sexuais, neste dia da Independência do Brasil, para que o nosso país seja, de fato, independente”, comentou o coordenador de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, José Gomes Filho.

MGG

Para o presidente do Movimento LGBTQI+ dos Gerais (MGG), José Cândido Filho, o Candinho, a participação pioneira da comunidade LGBTQI+ no desfile do Dia da Independência teve o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do combate à LGBT+fobia.

“Foi um dia histórico para o MGG, que participou pela primeira vez dos desfiles de 7 de setembro em Montes Claros, porque mostramos para a população a importância de viver numa sociedade com respeito, dignidade e livre de preconceitos. E ainda saímos emocionados, com a recepção calorosa da plateia”, comentou Candinho.

“Montes Claros vem sendo exemplo em todas as áreas da Administração Pública, especialmente no Desenvolvimento Social, onde a inclusão social é prioritária”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Aurindo Ribeiro.

Uma resposta

  1. Essa consciência de valor tem causado reações diversas (e geralmente inconscientes ou disfarçadas) na sociedade brasileira.
    Mas essa justiça veio para ficar, e certamente a sociedade vai acabar se acostumando com a nova realidade.
    Espero que aqueles que lutem contra os preconceitos entendam que precisam ensinar a jovens e crianças a lutarem por seu lugar no mundo por meio de muito estudo, trabalho e esforço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =