Proposta é aprovada no âmbito de Edital da Capes, contemplando também a UFBA e a UEM

Por Ascom Unimontes
Alunos matriculados nos Programas de Pós-Graduação Stricto sensu (mestrado e doutorado) em Ciências da Saúde (PPGCS) e Desenvolvimento Social (PPGDS) da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) poderão ser contemplados com bolsas para intercâmbio em Portugal. As bolsas de mestrado e doutorado sanduíche no exterior foram viabilizadas por meio do Edital 16/2023, do Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC). A iniciativa é voltada para ações afirmativas.
Foi publicado o edital conjunto do PPGCS e do PPGDS que visa a seleção de alunos dos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde e em Desenvolvimento Social para as bolsas sanduíche de mestrado e doutorado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Portugal. As inscrições serão recebidas a partir desta quinta-feira (18/04), devendo ser efetivadas pelo email: abdiasunimontes2024@gmail.com. O prazo vai até segunda-feira (22/04).
Serão selecionados seis mestrandos e um doutorando. Eles deverão iniciar o intercâmbio em Portugal em setembro de 2024. O período de duração do intercâmbio varia de seis a 10 meses.
De acordo com as regras do edital, as bolsas sanduichem em Portugal são voltados candidatos prestos, pardos, indígenas ou portadores de deficiência e “transtornos globais do desenvolvimento e/ou altas habilidades”, devidamente matriculados no PPGCS e no PPGDS da Unimontes. Os candidatos deverão ter cursado pelo menos o primeiro ano de mestrado ou dois anos de doutorado.
A coordenadora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Social da Unimontes, professora Cristina Andrade Sampaio, explica que foi aprovada no âmbito do Edital 16/2023 do Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento da Capes/MEC uma proposta conjunta doo PPGCS e do PPGDS, elaborada em parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Universidade Estadual de Maringá (UEM).
A proposta contempla as três universidades associadas, com a possibilidade da concessão de bolsas sanduíche de mestrado e doutorado para seus alunos em intercâmbio no exterior no Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento da Capes/MEC. O programa “destina-se à formação e capacitação de estudantes autodeclarados pretos, pardos, indígenas e estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades, com elevada qualificação em universidades, instituições de educação profissional e tecnológica e centros de pesquisa no Brasil e no exterior, de excelência”, conforme a Portaria MEC nº 1.191, de 27 de junho de 2023.
“A proposta aprovada trata da Consolidação da Rede Internacional de Pesquisa: Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável cujo objetivo é promover a formação acadêmica de negros e indígenas, através de ações de internacionalização dos Programas de Pós-Graduação de Universidades Brasileiras em parceria com duas Universidades Portuguesas: o Instituto Superior Técnico de Lisboa e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) por meio de projetos interdisciplinares”, relata a professora Cristina Sampaio.
Ela explica que a proposta aprovada prevê o intercâmbio internacional pelos mestrandos e doutorandos das três instituições nos anos de e de 2024, 2025, 2026 e 2027. A cada ano serão ofertadas 14 bolsas de mestrado e doutorado no formato sanduíche, a serem distribuídas entre as três universidades associadas (Unimontes, UFBA e UEM).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 13 =