Com o ministro da Saúde, comitiva brasileira na ONU já tem 2 casos confirmados da doença

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para a Covid-19 nesta terça-feira (21). Ele está em Nova York (EUA) acompanhando a comitiva brasileira na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Com o teste positivo, Queiroga ficará de quarentena na metrópole estadunidense e nenhum membro da comitiva brasileira participará de reuniões da ONU até a próxima sexta-feira (24).

O ministro esteve  na sede da ONU na cidade para acompanhar o discurso negacionista do presidente Jair Bolsonaro, que vem sendo chamado pela mídia internacional de “presidente não vacinado”.

Agora, já são dois membros da comitiva brasileira que testaram positivo para a Covid durante o evento da ONU. O primeiro foi o diplomata que preparou a viagem de Bolsonaro.

Bolsonaro de volta
Após discurso desastroso e poucos encontros internacionais, o presidente Jair Bolsonaro já volta para o Brasil.  Durante o evento internacional, o presidente se reuniu apenas com o premie do Reino Unido, Boris Johnson, com o presidente da Polônia, Andrzej Duda, e com o secretário-geral da ONU, António Guterres.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, respondeu com um gesto obsceno a um protesto de brasileiros em Nova York na noite de segunda-feira (20). Em um vídeo postado nas redes sociais, Queiroga aparece em um micro-ônibus que transportava a comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que discursou nesta terça-feira (21) na Assembleia Geral da ONU.

Queiroga pode ter disseminado Covid, diz epidemiologista: “estava no mesmo hotel que Biden”
Membro sênior da Federação de Cientistas Americanos, Eric Feigl-Ding disse que o governo Biden estava preocupado com efeito “super-disseminador” de líderes que não seguem protocolo. “Ministro da Saúde do Brasil deu o dedo médio na frente do mundo para a cidade de Nova York. Covid retribuiu o favor”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 4 =