Procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou ofícios para o Ministério Público em São Paulo e no Distrito Federal

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu em ofício enviado às unidades do Ministério Público nos estados que sejam investigadas as tentativas de invasão a hospitais durante a pandemia de coronavírus.

Em live na última quinta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro convocou seus apoiadores a invadirem e filmarem hospitais voltados ao tratamento de pacientes da covid-19.

Aras decidiu enviar ofícios à chefia dos Ministérios Públicos estaduais de São Paulo e do Distrito Federal. Um ofício enviado pelo procurador-geral equivale a um pedido para que os casos sejam apurados. No entanto, não significam uma determinação de abertura imediata de investigações e a decisão fica a cargo das chefias estaduais.

Nos documentos, Aras não cita a declaração de Bolsonaro e não informa se a fala será investigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − dezesseis =