Por descumprimento do decreto que estabeleceu regras mais rígidas para contenção da pandemia, a Prefeitura de Montes Claros, através da Guarda Municipal, multou duas agências do Banco Mercantil em R$ 183.200 nesta sexta-feira (5), por causar aglomeração. Na última quarta-feira, o supermercado Superkilo também foi autuado em mais de R$ 9 mil por vender bebida alcoólica.

Segue abaixo, as matérias do G1 Grande Minas

Banco é autuado em mais de R$ 183 mil por descumprir decreto de prevenção à Covid-19 em Montes Claros

Guarda Municipal em uma das agências autuadas — Foto: Paula Alves/Inter TV 

Segundo o inspetor da Guarda Municipal, as duas agências promoveram aglomerações por várias horas, chegando a ponto de clientes esperarem cerca de três horas na fila. Mercantil do Brasil informou que investe na qualidade do atendimento, mas, eventualmente, ocorrem picos de movimento que podem alterar a qualidade do serviço.

A Prefeitura de Montes Claros autuou duas agências de um mesmo banco em R$ 183.200 nesta sexta-feira (5) por descumprimento do decreto que estabeleceu regras mais rígidas para contenção da pandemia. Os estabelecimentos funcionam na avenida Afonso Pena e na rua Padre Augusto, no Centro.

“Ficamos na região Central durante toda a manhã orientando os funcionários de todos os bancos quanto às regras do decreto. Apontamos irregulares detectadas e a necessidade de solucioná-las, mas, na parte da tarde, os problemas continuaram. Foi preciso, então, proceder com a autuação, com multa para cada agência de R$ 91.600”, explica o inspetor Adriano Rodrigues da Silva, da Guarda Municipal.

Segundo o inspetor, as duas agências promoveram aglomerações por várias horas, chegando a ponto de clientes esperarem cerca de três horas na fila. Veja o posicionamento do banco abaixo

“Várias pessoas reclamaram por esperar demais, por estarem com medo de contrair o vírus devido à proximidade com muita gente. Muitos falaram que o banco não disponibiliza rodízios de atendimento, facilidades de agendamento etc. Tem uma questão importante também: as filas são compostas, quase sempre, por idosos. Eles são vulneráveis, fazem parte do grupo de risco e, às vezes, apresentam condições físicas incompatíveis com uma espera tão longa”, diz o inspetor.

Ainda de acordo com a Guarda Municipal, o banco já foi multado na última terça-feira (2) pelo mesmo motivo. Na ocasião, o valor foi de R$ 2.290.

Se a instituição reincidir, o responsável poderá ser conduzido à delegacia da Polícia Civil por crime de saúde pública, estando sujeito, ainda, à cassação do alvará de funcionamento.

O que diz o banco
Em nota, o Mercantil do Brasil informou que investe constantemente na qualidade do atendimento, mas, eventualmente, ocorrem picos de movimento – principalmente em dias de pagamento de benefícios – que podem alterar o padrão de qualidade.

“Em virtude da pandemia da Covid-19, tem sido necessário seguir o protocolo de distanciamento entre os clientes, conforme exigido pela Organização Mundial da Saúde, o que gera filas visualmente mais longas. Para evitar esses inconvenientes, orienta-se que os beneficiários consultem o dia específico do pagamento por meio do site, no recibo de saque ou no calendário afixado nas agências”, destaca a nota.

Clientes em frente a uma das agências multadas em Montes Claros — Foto: Paula Alves/Inter TV

Situação epidemiológica em Montes Claros
De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta, Montes Claros tem 19.943 casos confirmados e 317 mortes.

Nesta sexta, 212 pessoas estão internadas em hospitais da cidade, 172 são de Montes Claros. A taxa de ocupação dos leitos clínicos SUS é de 94%, a de UTI adulto SUS é de 84% e a dos leitos clínicos de convênio/particular é de 79%.

Segundo os parâmetros da Secretaria de Estado de Saúde, a situação é considerada aceitável até 78%, em alerta de 78% a 90% e acima do limite de segurança a partir de 90%. Montes Claros é referência de leitos para 95 municípios.

Via G1 Grande Minas 

 

Supermercado é multado em mais de R$ 9 mil por vender bebida alcoólica, em Montes Claros

Novo decreto proíbe venda de bebidas em qualquer estabelecimento comercial até o dia 22 de março. Medida entrou em vigor nesta quarta-feira (3).

Um supermercado foi multado em mais de R$ 9 mil por vender bebida alcoólica, em Montes Claros, no primeiro dia de vigor do novo decreto que proíbe a comercialização em qualquer estabelecimento.

Prefeitura de Montes Claros proíbe venda de bebidas alcoólicas e amplia restrição de circulação de pessoas
O local foi fiscalizado pela Guarda Municipal após denúncias, na manhã desta quarta-feira (3).

“Alguns clientes estavam retirando as bebidas alcoólicas, colocando em seus carrinhos, passando pelo caixa e pagando pela mercadoria normalmente. O que confira de fato a venda da bebida que vai de confronto com o decreto municipal”, explicou o inspetor Adriano Rodrigues da Silva.

De acordo com o inspetor, o estabelecimento foi autuado em R$ 9.700 e o proprietário foi orientado pela equipe de fiscalização.

“Foi determinado ao proprietário que sanasse a irregularidade e retirasse essa mercadoria para que não ficasse exposta à venda para o seu cliente”.

O responsável pelo supermercado, Paulo Elmo, informou que seguiu rigorosamente todos os outros decretos, mas nesse caso específico, não teve tempo hábil para se adequar.

“Tomei conhecimento que o decreto foi publicado no site da prefeitura depois das 23h. Quando é de manhã, o meu pessoal chega aqui para trabalhar e eu ainda não cheguei. Com isso, foi vendido bebida alcoólica, mas eu só tomei conhecimento disso depois e através da rede social porque o site da Prefeitura, infelizmente num é uma facilidade pra ficar olhando o tempo inteiro. Entendemos a necessidade de tomar as medidas, mas acho que seria mais justo, adequado, e eficiente de que as pessoas pudessem ter tempo o suficiente pra poder se preparar. Nós não tivemos esse tempo”, disse.

De acordo com a Guarda Municipal, as denúncias podem ser feitas pelo telefone 153.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =