Pesquisa Ipespe mostra crescimento do atual chefe do Executivo, com a desistência de ex-juiz, mas Lula segue com vantagem confortável

 O presidente Jair Bolsonaro (PL) cresceu quatro pontos percentuais após a saída do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) da corrida pela Presidência da Repúblicas nas eleições de outubro. A informação é da primeira pesquisa eleitoral feita pelo Ipespe, sob encomenda da XP, depois da desistência de Moro em ser um dos cabeças de chapa no pleito.

O ex-presidente Lula (PT) segue estável na liderança, com 44% das intenções de voto, mesmo patamar da última pesquisa do Ipespe, realizada há 15 dias. Bolsonaro, seu principal oponente, subiu de 26% para 30%. Na terceira colocação, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) foi de 7% para 9%, herdando votos de Moro.


Intenções de voto no 1º turno da eleições presidenciais de 2022 / Ipespe

O ex-governador João Doria (PSDB) e a senadora Simone Tebet (MDB) tiveram oscilações positivas, dentro da margem de erro, que é de 3,2 pontos percentuais. O tucano foi de 2% para 3%, enquanto a emedebista oscilou de 1% para 2%.


Intenções de voto no 1º turno da eleições presidenciais de 2022 / Ipespe

Na simulação de segundo turno, Lula aparece com 53%, 20 pontos à frente de Bolsonaro, que marca 33%. Há quinze dias, a vantagem era de 54% a 31%.

Foram realizadas 1.000 entrevistas de abrangência nacional por telefone, nos dias 2 a 5 de abril. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais. O registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR-03874/2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + dezenove =