Ele voltou a culpar os estados pelo aumento do preço da gasolina, ao cobrar a redução das alíquotas do ICMS

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) exclamou durante transmissão de sua live semanal, na noite desta quinta-feira (12), ao falar sobre o aumento da inflação: “Querem que eu faça milagre?”

O presidente disse também que tem conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, a respeito do assunto. Uma das “providências” tomada pelo governo, segundo ele, é o aumento da Taxa Básica de Juros (Selic), atualmente em 5,25% ao ano. A taxa Selic foi elevada na última reunião do Copom em um ponto porcentual, o quarto aumento consecutivo dos juros. “Nós combatemos a inflação com mais produção, não tem outro caminho”, completou.

Bolsonaro descartou mais uma vez a possibilidade de promover congelamento de preços ou restrição às importações e atribuiu a pressão inflacionária às repercussões econômicas da pandemia do novo coronavírus. “Muita gente ficou em casa, passou a produzir menos, menos oferta de produtos, aumento da inflação”, argumentou.

O presidente voltou a culpar os estados pelo aumento do preço da gasolina, além de cobrar a redução das alíquotas do ICMS, após reajuste da Petrobras do preço médio de R$ 2,69 para R$ 2,78 o litro. “Poderia baixar a gasolina hoje, só na questão do ICMS, em média R$ 1,20”, afirmou.

Revista Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =