– Bolsonaro nega risco do coronavírus, defende cultos evangélicos e ameaça a vida de milhões de brasileiros –

Em entrevista ao apresentador Ratinho, Jair Bolsonaro defendeu o direito de pastores realizarem cultos evangélicos em meio à pandemia de coronavírus e, assim, ameaçou a vida de milhões de brasileiros.

“Onde já se viu, tem prefeito querendo impedir isso. É um direito constitucional e o pastor vai saber como conduzir isso com o seu povo”, disse ele,, ignorando todos os alertas de instituições de saúde de todo o mundo.

Ratinho recebe para fazer elogios

O apresentador Ratinho, do SBT, recebeu a quantia de R$ 915 mil do governo de Jair Bolsonaro para fazer quatro elogios à proposta da Reforma da Previdência. Ele foi o maior beneficiado na distribuição da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo, comandada por Fábio Wajngarten, que pagou os apresentadores preferidos de Bolsonaro.

Além de convidar para o seu programa o próprio presidente da República e seus filhos, especialmente em momentos de crise, com conversas amigáveis, Ratinho disse durante a campanha da Previdência que “as mudanças são claras e boas para o Brasil” e também perguntou: “você acha que se a Previdência fosse ruim para o povo, eu estaria a favor?”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − seis =