A informação é do radialista José Carlos Araújo, um dos principais narradores de futebol do Rio de Janeiro, conhecido como Garotinho. Não confundir com o ex-governador com o mesmo apelido.

Jogador teve que ser contido – Rede Globo, que tem as imagens, não publica
Segundo Garotinho, Neymar teria ficado irritado com um torcedor que lhe atirou um saco de pipoca, após o empate da seleção brasileira com a da Venezuela na última quinta-feira.

Ao encontrar com o presidente da CBF Ednaldo Rodrigues no corredor do vestiário Neymar o teria xingado e mandado tomar naquele lugar, irritado a ponto de ter que ser contido.

Ainda segundo Garotinho, a Rede Globo tem as imagens do ocorrido mas teria feito um acordo com a CBF para não publicá-las.

Será possível que por interesses comerciais junto à CBF a Rede Globo sonegue ao brasileiro o acontecido? Onde fica o direito à informação?

Assista à denúncia do radialista, feita em seu perfil no X, ex-Twitter.

O que disse Craque Neto
O Craque Neto não gostou da postura de Neymar e disparou: “Falaram: ‘Olha, é um absurdo, jogaram um saco de pipoca’. Meu irmão, tem que mijar. Todo mundo mijar na cabeça deles todos. Fazer cocô e jogar. Pah! Tem que fazer isso”, disse.

“Um cara que se preocupa porque um saquinho de pipoca foi jogado e bateu na cabeça dele. Pô, vai não sei o que lá. Quem você pensa que é? Aí vem o treinador e dá uma lição de filósofo”, acrescentou Neto.

“Caiu a pipoca na cabeça dele, e parece que o mundo caiu. O cara teve uma filha. Que Nossa Senhora Aparecida a abençoe, mesmo que ele não acredite. O cara foi para a Arábia Saudita. Ganhou R$ 420 milhões em um ano. Aí ele está preocupadinho que caiu um saco de pipoca na cabeça dele. Saco de pipoca, irmão? Deveriam jogar outra coisa”, completou o comentarista.

YouTube player

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 9 =