Essa substituição de parabólicas é necessária porque, em breve, as parabólicas tradicionais deixarão de funcionar

Crédito: Divulgação Siga Antenado

Mais 14 cidades em Minas Gerais já estão na lista para ofertar a famílias de baixa renda o kit com a nova parabólica digital. As novas cidades se juntam a outros 22 municípios mineiros que tiveram o agendamento liberado em julho.
O serviço é gratuito para pessoas inscritas em algum programa do governo federal (CadÚnico) e que têm a parabólica tradicional funcionando em casa. O trabalho é realizado pela Siga Antenado.
Essa substituição de parabólicas é necessária porque, em breve, os equipamentos antigos deixarão de funcionar, o que acarretará corte do acesso à TV de quem não fizer a substituição pela antena digital.
O modelo tradicional corre o risco de interferência no sinal da TV quando a tecnologia 5G for ativada em sua cidade ou região. Como o sinal do 5G é transmitido na mesma frequência da parabólica tradicional, poderão ocorrer chuviscos, chiados, a imagem pode travar e até ser interrompida.
As exceções para a troca são aqueles que utilizam outros sistemas de transmissão para assistir à televisão, como antena digital tipo espinha de peixe (instalada no telhado da casa), antena digital interna e TV por assinatura.
O CEO da Siga Antenado, Leandro Guerra, cita os benefícios da nova antena: “A nova parabólica digital oferece melhor qualidade de imagem e de som, programação regional e vai continuar sendo gratuita, como sempre foi”, afirma. “É muito importante que as pessoas procurem nossos canais de atendimento quanto antes para saber se têm direito ao kit gratuito”.
Outras 169 cidades de Minas Gerais aguardam a liberação do agendamento para instalação do kit gratuito. A previsão é de que, no final, 120,6 mil famílias tenham direito à instalação gratuita em Minas.
Para saber se tem direito ao kit gratuito, o beneficiário deve entrar em contato pelo número 0800 729 2404 ou pelo site, com o número do CPF ou do NIS em mãos.
Siga Antenado
A Siga Antenado é uma instituição não governamental criada por determinação da Anatel. Sem fins lucrativos, a entidade é a responsável por apoiar a população de menor renda durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).
Cidades com agendamento aberto em MG na 4ª fase do programa:
Alpinópolis
Antônio Carlos
Araxá
Barbacena
Bela Vista de Minas
Bicas
Cachoeira de Minas
Cascalho Rico
Catas Altas da Noruega
Conceição dos Ouros
Diamantina
Goianá
Guarda-Mor
Ibertioga
Itabira
Itaverava
Ituiutaba
João Monlevade
Lavras
Muriaé
Nova Era
Nova Serrana
Paracatu
Patos de Minas
Pouso Alegre
Rio Piracicaba
Santa Rita de Ibitipoca
Santa Rita do Sapucaí
Santana dos Montes
São José da Barra
Teófilo Otoni
Tiradentes
Ubá
Vargem Bonita
Varginha
Vazante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − catorze =