Evento discutiu as novas tecnologias e desafios no processo educacional

Na pauta, foram apresentados os desafios no processo educacional e como as tecnologias podem ser utilizadas para a melhor aprendizagem dos alunos, principalmente em um período pós-pandemia.

“O objetivo foi propor e discutir soluções eficazes para o desenvolvimento da educação nos municípios do norte de Minas de Gerais. Durante a manhã, por meio de três oficinas, apresentamos teorias e experiências que possuem o potencial de impactar positivamente nos processos educacionais, abrindo espaço para o diálogo entre os participantes e proporcionando a interação entre o meio acadêmico e os gestores municipais”, comentou Eduardo Rabelo, presidente do Codanorte e prefeito de Francisco Dumont.

“Aqui, não só apontar os desafios relacionados à educação que são enfrentados pelos municípios, mas discutimos, de forma coletivam, ações e pensamentos que contribuem nessa busca diária por um Norte de Minas melhor para se viver, com uma educação reconhecida no estado de Minas Gerais e em todo o país”, disse o professor Guaracy Silva, que ministrou a oficina com o tema “A Sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo”, junto com a Profa. Nídia Miriam Rocha Félix.

Também foram ministradas as seguintes oficinas: “Transformações na educação: tecnologia, indicadores e políticas públicas”, pela Profa. Dra. Nídia Miriam Rocha Felix – Doutora (UNIMEP); e “Tecnologia no processo educacional”, ministrada pela contadora Bárbara de Souza Otoni Silveira. Os resultados, segundo os secretários participantes, foram satisfatórios. Rejane Veloso, secretária municipal de educação de Montes Claros, participou do encontro representando o município sede do Consórcio.

“Quero parabenizar o Codanorte que olhou esse lado dos desafios no processo de enino e que quer discutir esse momento. É bom termo essas parcerias, poder compartilhar com o outro o que passamos e o que vivenciamos enquanto secretários. Agora, o trabalho triplicou, mas temos aqui na pauta, algo que nos instiga, que é a questão da tecnologia. Saímos daqui com novas possibilidades, novas alternativas e com divisão conhecimentos”, destacou a professora Rejane Veloso, secretária de Montes Claros, município sede do consórcio.

“Essas parcerias tem nos ajudado grandemente a enfrentar os desafios. Vivemos em um momento pós-pandemia cheio de desafios. E a tecnologia tem sido a peça-chave para desenvolver o ensino e a aprendizagem. Por isso é importante discutir a educação em um âmbito regional, para trocarmos ideias e agregar qualidade no processo educacional”, completou Ivonete Neres, secretária de educação de Lagoa dos Patos.

O evento teve o apoio da Associação da Área Mineira da Sudene (AMAMS). No discurso, o secretário executivo da AMAMS, Ronaldo Dias, enfatizou a necessidade da promoção de encontros enriquecedores. “Todo curso de capacitação serve de aprendizado, serve para levar uma benfeitoria aos nossos municípios que estão lá na ponta e precisa da ajuda das associações e consórcios que detenham capacidade de promover esse conhecimento a todos”.

Ainda no evento, foram apresentadas soluções para a formação dos profissionais da educação dos municípios participantes. Na oportunidade, o diretor comercial da Uniasselvi, Eduardo Albuquerque esclareceu sobre a parceria público-privada, entre o Codanorte e a Instituição de Ensino para proporcionar cursos especializados para o corpo docente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − seis =