Patric, em belo chute, e Fábio Santos garantem resultado no Castelão

Por José Cândido Junior /Superesportes

Com um jogador a menos e heróis improváveis, o Atlético arrancou empate em duelo direto contra o Fortaleza, por 2 a 2, neste sábado, no Castelão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em lances praticamente idênticos, o lateral-direito Gabriel Dias deixou o time cearense em vantagem em duas oportunidades. No entanto, os ‘renegados’ Patric e Fábio Santos impediram o revés do Galo, que teve Geuvânio expulso no início da segunda etapa.

Ainda em risco de rebaixamento, o Atlético segue na 13ª colocação, com 36 pontos. Já o Fortaleza fica no 12º lugar, com pontuação idêntica. Na próxima rodada, o Galo recebe o Goiás, nesta quarta-feira, às 20h, no Mineirão. No mesmo dia, o Tricolor, do técnico Rogério Ceni, pega o Corinthians, às 19h30, no Itaquerão.

Com mudanças na formação titular, o Atlético pressionou bastante a saída de bola do adversário e criou oportunidades no início da primeira etapa. Aos 6min, Nathan roubou a bola de Quintero na entrada da área e bateu cruzado. Felipe Alves fez boa defesa no lance. Apenas um minuto depois, Luan tomou a bola de Jackson e tocou para Terans, que invadiu a área, mas acabou travado no momento da finalização. Os jogadores do Atlético pediram pênalti na jogada. O Fortaleza respondeu em perigoso chute de fora da área de Osvaldo. Aos 14 minutos, o Tricolor abriu o placar no Castelão. Em escanteio pela esquerda, Osvaldo recebeu passe curto e cruzou para a área. Gabriel Dias se antecipou a Réver, saltou na primeira trave e cabeceou para a rede: 1 a 0.

O Atlético teve chance de empatar o jogo aos 17 minutos. Após bate-rebate na área, Luan ficou com a sobra e chutou. A bola passou pelo goleiro e explodiu no calcanhar de Gabriel Dias, quase em cima da linha. Barrado pelo técnico Vagner Mancini, o lateral-esquerdo Fábio Santos entrou na partida aos 20 minutos, na vaga de Guga, lesionado. A mudança fez Patric retornar à posição de origem, a lateral direita. E foi justamente do lado direito que o camisa 2 interceptou chutão de Felipe Alves, ajeitou na intermediária e bateu de canhota, por cobertura. Adiantado, o goleiro do Fortaleza tocou na bola, mas não evitou o bonito gol do ‘Patricão da Massa’, aos 23 minutos: 1 a 1.

A reação do Atlético durou apenas quatro minutos. Em lance praticamente idêntico ao do primeiro gol, o Fortaleza retomou a vantagem. Juninho cobrou escanteio fechado da esquerda. Gabriel saltou novamente na primeira trave, agora se antecipando a Di Santo, e testou no canto direito de Cleiton: 2 a 1. Com o Alvinegro instável em campo, o Leão ainda teve outras chances para chegar ao terceiro gol. Aos 31min, André Luis desarmou Igor Rabello, finalizou forte, e Cleiton salvou no cantinho direito. Aos 46min, o goleiro defendeu em dois tempos o arremate de Osvaldo. Também nos acréscimos, Romarinho passou por Réver e Patric. Rabello tentou afastar, e a bola ficou com Osvaldo, que mandou para fora, de novo com perigo.

O Atlético voltou para o segundo tempo com Bruninho no lugar de Nathan. Mas a situação atleticana piorou logo no primeiro minuto da etapa final. Geuvânio segurou Gabriel Dias pela camisa, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Apesar da desvantagem numérica, o Alvinegro mostrou valentia em busca do empate. Patric, Terans e Bruninho criaram chances. Mas foi Fábio Santos, aos 40 minutos, quem livrou o Galo do revés. Marquinhos, que entrara no lugar de Terans, foi lançado na ponta esquerda, driblou Gabriel Dias e tocou para a área. O lateral-esquerdo apareceu livre e soltou a bomba rasteira para empatar no Castelão: 2 a 2.

FORTALEZA 2 X 2 ATLÉTICO

Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Jackson e Carlinhos; Juninho, Felipe, Romarinho (Felipe Pires) e Osvaldo (Marlon); André Luís e Wellington Paulista (Kieza). Técnico: Rogério Ceni

Atlético: Cleiton; Guga (Fábio Santos), Igor Rabello, Réver, e Patric; Nathan (Bruninho), José Welison, Luan, Terans (Marquinhos) e Geuvânio; Di Santo. Técnico: Vagner Mancini.

Cartões amarelos: Jackson e Felipe (Fortaleza); Réver, Di Santo e Geuvânio (Atlético)
Cartões vermelhos: Geuvânio (Atlético)

Gols: Gabriel Dias, aos 14 e aos 27 do 1ºT (Fortaleza); Patric, aos 23 do 1ºT e Fábio Santos, aos 40 do 2ºT(Atlético)

Motivo: 30ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Castelão, em Fortaleza
Data: 2 de novembro de 2019, sábado

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Héber Roberto Lopes (SC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 9 =