O ex-lateral do Barcelona e que defendeu a seleção brasileira na Copa do Mundo no Catar em 2022, está preso preventivamente desde janeiro de 2023. O julgamento é conduzido por um tribunal espanhol e se estenderá até quarta-feira

Começou nesta manhã o julgamento do ex-jogador brasileiro Daniel Alves, acusado de estupro ocorrido em uma boate na cidade de Barcelona em dezembro de 2022. O processo está sendo conduzido em um tribunal espanhol e está programado para se estender até quarta-feira (7), informa o g1.

A primeira sessão do julgamento contempla depoimentos de seis testemunhas, incluindo o próprio ex-atleta. As 22 testemunhas restantes serão ouvidas no dia seguinte, enquanto a última sessão, marcada para quarta, será dedicada a procedimentos periciais, culminando com a apresentação de relatórios e conclusões.
Logo no início do julgamento, a defesa do ex-jogador solicitou a suspensão dos procedimentos, alegando que o juiz rejeitou a proposta de um segundo exame pericial na vítima. A advogada de Alves, Inés Guardiola, pediu a realização de novos testes. A juíza Isabel Delgado Pérez, responsável pelo caso, decidirá sobre a solicitação.

Até a emissão da sentença final, Daniel Alves permanecerá em prisão preventiva, conforme determinação da Justiça. O Ministério Público espanhol busca uma pena de nove anos de prisão para o ex-jogador, enquanto a defesa da mulher que denunciou o estupro pleiteia uma sentença mais severa, com 12 anos de reclusão.
A identidade da jovem espanhola que denunciou o crime está sendo preservada, e ela não deverá comparecer ao julgamento, conforme decisão judicial. Em casos de estupro na Espanha, as denúncias são enquadradas como agressão sexual, e as penas associadas variam de 4 a 15 anos de prisão.

Desde 20 de janeiro de 2023, Daniel Alves está sob prisão preventiva, sendo mantido em um presídio nos arredores de Barcelona por risco de fuga. O ex-jogador, que nega as acusações, permanece sem direito a fiança enquanto aguarda o desfecho do processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =