Entre os quase 300 nomes divulgados pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) para compor a equipe de transição para o governo Lula, muitos deles são de pesquisadores e deputados federais mineiros.

Tarefa desafiadora

O Gabinete de Transição pode nomear, por lei, 50 integrantes para cargos de comissão com a tarefa de realizarem relatórios e apontamentos para o novo governo. Contudo, pode ainda requisitar servidores públicos e contar com colaboradores voluntários, que são a maioria da lista já divulgada.

Os 31 grupos técnicos são coordenados pelo ex-ministro Aloizio Mercadante, do Partido dos Trabalhadores, e têm um intenso trabalho a fazer. Até 30 de novembro, devem entregar um diagnóstico preliminar, com alertas dos órgãos de controle, análise da estrutura de cada área e uma lista com sugestões de atos normativos que devem ser revogados a partir de janeiro de 2023.

O relatório final deve ser apresentado em 11 de dezembro e já deve conter uma base para a próxima gestão: análise dos programas da atual gestão, programas das gestões do PT que foram descontinuados, além de análises de contratos, de parcerias, reorganização de estruturas e medidas prioritárias para os primeiros 100 dias de governo.

Confira os nomes das mineiras e mineiros que estão na tarefa:

CENTRO DE GOVERNO

– Reginaldo Lopes: deputado federal (PT).

ORGANIZAÇÃO DA POSSE

– Gleide Andrade – Secretária nacional de Finanças do PT, natural de Divinópolis.

CIDADES

– Bella Gonçalves – Deputada estadual eleita em Minas Gerais pelo PSOL. Atualmente, é vereadora em Belo Horizonte. Lutadora pelo Direito à Cidade. Lésbica e cientista política.

– Geraldo Magela: ex-deputado federal, ex-deputado distrital e ex-secretário de Habitação do Distrito Federal. Funcionário concursado do Banco do Brasil desde 1979. Natural de Patos de Minas.

COMUNICAÇÃO SOCIAL

– André Janones: deputado federal por Minas Gerais desde 2019, reeleito em 2022. Advogado e influenciador digital.

– Tereza Cruvinel: jornalista. Trabalhou em diversos veículos de comunicação. Foi presidenta da Empresa Brasileira de Comunicação no governo Lula.

CRIMES CONTRA O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

– Antônio Carlos de Almeida Castro (Kakay): é advogado criminalista. Natural de Patos de Minas,

CULTURA

– Áurea Carolina: deputada federal por Minas Gerais. Como parlamentar, destacou-se no enfrentamento à censura e na defesa das políticas públicas de cultura.

DESENVOLVIMENTO REGIONAL

– Newton Cardoso Jr.: deputado federal (MDB)

– Paulo José Carlos Guedes: deputado federal (PT)

DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME

– André Quintão – deputado estadual em Minas Gerais pelo PT. Foi Secretário Municipal de Desenvolvimento Social de Belo Horizonte, vereador da capital por dois mandatos e também secretário de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social.

– Patrus Ananias: deputado federal por Minas Gerais pelo PT e ex-ministro do Desenvolvimento Social.

DIREITOS HUMANOS

– Duda Salabert: deputada federal eleita (PDT).

EDUCAÇÃO

– Luiz Cláudio Costa: professor e pesquisador na Universidade Federal de Viçosa, onde foi reitor. Foi secretário-executivo do Ministério da Educação.

– Macaé Evaristo: ex-secretária municipal de Belo Horizonte e deputada estadual eleita. É mestre em Educação (UFMG) e professora efetiva da rede municipal de ensino de Belo Horizonte.

– Ana Pimentel: deputada federal eleita (PT).

IGUALDADE RACIAL

– Martvs das Chagas: secretário de Planejamento de Juiz de Fora, foi diretor de Fomento na Fundação Cultural Palmares do Ministério da Cultura, secretário nacional de Ações Afirmativas e ministro de Promoção da Igualdade Racial.

– Nilma Lino Gomes: ex-ministra das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Foi a primeira mulher negra do Brasil a comandar uma universidade pública federal, ao ser nomeada reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em 2013. É professora titular emérita da Faculdade de Educação da UFMG.

– Dandara Tonantzin: deputada Federal eleita (PT).

INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS

Subgrupo de micro e pequena empresa

– Tatiana Conceição Valente: coordenadora do Fórum Brasileiro de Economia Solidária, militante da economia solidária e cooperativista.

INFRAESTRUTURA

– Alexandre Silveira: senador por Minas Gerais, ex-deputado federal e advogado. Foi secretário estadual de Saúde em Minas Gerais.

– Maurício Muniz: ex-ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República.

JUVENTUDE

– Miguel Ângelo: deputado federal eleito (PT).

– Moara Saboia – Vereadora em Contagem pelo PT. Mulher, negra, militante e estudante. Ex-presidenta da União Nacional dos Estudantes.

MINAS E ENERGIA

– Anderson Adauto: ex-ministro dos Transportes durante o primeiro mandato do presidente Lula. Foi prefeito de Uberaba por dois mandatos e deputado estadual em Minas por 16 anos, de 1987 a 2003.

– Odair Cunha: deputado federal (PT).

MULHERES

– Eleonora Menicucci: professora, mineira e ex-ministra, já comandou a Secretaria de Políticas para as Mulheres brasileira, durante o primeiro governo Dilma. Filiada ao Partido dos Trabalhadores.

POVOS ORIGINÁRIOS

– Célia Xakriabá: deputada federal eleita por Minas Gerais, é professora ativista indígena do povo Xakriabá em Minas Gerais. Integra a Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade.

RELAÇÕES EXTERIORES

– Romênio Pereira: secretário de Relações Internacionais do Partido dos Trabalhadores, natural de Patos de Minas.

SAÚDE

– Bruno Farias: deputado federal eleito (Avante).

– Weliton Prado: deputado federal (Pros).

TRABALHO

– Patrícia Vieira Trópia: doutora em Ciências Sociais pela Unicamp, docente do Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia. Presidiu a Associação Brasileira de Estudos do Trabalho.

– Sandra Brandão:é economista, mestre em Economia pela Unicamp.

– Rogério Correia: deputado federal (PT).

TURISMO

– Luis Tibé: deputado federal (Avante)

Via Brasil de Fato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 1 =