O coordenador de educação ambiental da secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Sérgio Fabiano Ferreira, o Gu Ferreira, foi eleito o presidente presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Montes Claros, para um mandato é de dois anos, de 2018 e 2019.

O Conselho Municipal da Igualdade Racial elegeu e empossou sua nova diretoria, na última sexta-feira, quando Sérgio Fabiano Ferreira – Gu Ferreira assumiu a presidência e ainda aprovou o regimento interno e criou Câmaras Temáticas da Mulher Criança e Adolescente Negra, Juventude, Quilombolas, espiritualidade e Cultura, Educação e Saúde, Empreendedorismo e Legislação. O novo presidente substitui Antônio Souza, que respondeu pelo cargo até o final do ano passado. 

O coordenador municipal de Igualdade Racial, José Gomes, afirma que foi garantida a alternância na presidência, sendo que neste biênio o poder público indicou o nome de Sérgio Fabiano Gu Ferreira, que é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, enquanto o vice-presidente Rogério Dan Oliveira é da sociedade civil, ele que é representante das religiões de matriz africana. O presidente já fez seu plano de trabalho, como a aquisição de estrutura mínima para o Conselho funcionar, como uma sala equipada, insistir que os representantes assumam as reuniões e façam propostas de ações em prol da Igualdade Racial.

A composição da nova diretoria ficou formada pelo presidente Sérgio Fabiano Gu Ferreira, tendo como vice-presidente Rogério Dan Oliveira; 1° secretário José Gomes Filho; 2° secretário Hilário Bispo Fonseca; 1° tesoureiro Murilo Souza Silva e o 2° tesoureiro é Ivânia Rodrigues dos Reis, Quintino.
O Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial de Montes Claros – COMPIR, é um órgão colegiado de caráter permanente, consultivo e deliberativo-normativo, monitorador, fiscalizador e avaliador das políticas que visem realizar ações afirmativas estimulando a participação da sociedade civil na definição de políticas públicas de atenção à promoção e defesa da igualdade racial e das questões étnicas raciais do município de Montes Claros.

Com jornal Gazeta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 4 =