Cidade terá nova eleição no domingo (7); Juracy Fagundes e vice tiveram os mandatos cassados por abuso de poder econômico.

Os eleitores de Nova Porteirinha terão que voltar às urnas, neste domingo, para uma nova eleição municipal. Duas mulheres disputam a prefeitura – a atual presidente da Câmara, Joelha Santos Barbosa (MDB), e a vereadora Regina Antônia de Sousa (PSL).

Joelha Santos Barbosa está como prefeita interina de Nova Porteirinha desde que o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) afastou o prefeito Juracy Fagundes Jacome (MDB) e o vice-prefeito Edésio Vital Neto (PSDB) e, logo depois, foram mantidas as declarações de inelegibilidade de ambos por oito anos.

As eleições seguem o padrão das municipais, mas com votação apenas de prefeito e vice. A candidata Joelha Santos faz parte da coligação “Compromisso com o Povo” e tem como vice-prefeita Marlene Barbosa. Na disputa, está Regina Antônia, pela coligação “União e Progresso”, junto com o candidato a vice Raul Rocha.

Leia também

TRE determina data das eleições suplementares em Nova Porteirinha

NAS URNAS
De acordo com o Cartório Eleitoral, apenas os eleitores que estiverem regularizados até 6 de fevereiro estão aptos a votar. Os eleitores que tiveram os títulos cancelados, suspensos ou pediram transferência, não poderão participar do pleito.

De 7.552 habitantes, 5.359 são eleitores. Os alfabetizados maiores de 18 e com menos de 70 anos são, por lei, obrigados a votar. O voto não é obrigatório para os analfabetos, os maiores de 70 anos, nem para os menores de idade.

Se o eleitor souber a zona eleitoral, basta apresentar a carteira de identidade no ato da votação – caso contrário, é necessário levar o Título de Eleitor e o documento de identificação, com foto.

Via Hoje em Dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + três =