A diabólica política de preços dos combustíveis de Jair Bolsonaro (PSL) permitirá o reajuste no gás de cozinha em 3,4% a partir deste domingo (5). 

O botijão de 13 quilos já é encontrado pelo consumidor final nas revendas, dependendo da região do País, por entre R$ 78 e R$ 100.

A Petrobras também aumentou hoje (4) o preço do óleo diesel em 2,56%. A elevação poderá deflagar a greve de caminhoneiros.

A política de preços de Bolsonaro para os combustíveis consiste na majoração dos preços da Petrobras de acordo com a variação do dólar e oscilação do barril de petróleo no mercado internacional. É a mesma fórmula de Michel Temer (MDB) que levou à greve de caminhoneiros em 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 7 =