Governador mineiro compartilhou que “democracia é o direito de escolher tiranos”

Romeu Zema (Foto: Reprodução/CNN)

Neste domingo (23), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), novamente chamou atenção ao publicar em suas redes sociais uma frase que relacionava democracia com a escolha de tiranos, segundo reportagem da Folha de S. Paulo. A postagem ocorreu três semanas após Zema ter compartilhado uma declaração atribuída ao ditador italiano Benito Mussolini, o que gerou polêmica e explicações do político sobre sua atitude.
Desta vez, a publicação feita no perfil do governador no Instagram trazia a seguinte frase: “Democracia é o direito das pessoas escolherem o próprio tirano. James Madison”. A citação foi seguida de um simples “Bom dia”. James Madison, que viveu no século 19, foi um dos primeiros presidentes dos Estados Unidos.

No dia 12 do último mês, ao justificar a polêmica postagem atribuída a Mussolini, Zema concedeu uma entrevista à GloboNews, afirmando que costuma compartilhar frases e pensamentos nas redes sociais, tanto de manhã cedo quanto à noite. Na ocasião, ele explicou que mencionou o ditador italiano como “um alerta” sobre os riscos de um Estado excessivamente inchado. A frase atribuída a Mussolini era: “Fomos os primeiros a afirmar que, quanto mais complexa se torna a civilização, mais se deve restringir a liberdade do indivíduo”.
Ao longo deste ano, o governador de Minas Gerais tem sido alvo de críticas por suas declarações controversas. Entre elas, uma afirmação em que sugeriu que o governo Lula poderia ter feito “vista grossa” aos ataques ocorridos em 8 de janeiro, visando se apresentar como vítima. Além disso, cometeu uma gafe ao questionar se a escritora Adélia Prado era funcionária de uma rádio.

Vale ressaltar que Romeu Zema, que foi reeleito em 2022, está entre os nomes cogitados para disputar a Presidência da República nas eleições de 2026, sobretudo após a condenação à inelegibilidade de Jair Bolsonaro (PL), com quem o governador mineiro foi aliado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =