Era uma “Vélez” um Ministro da Educação que foi demitido pelo twitter.

“O brasileiro viajando é um canibal. Rouba coisas dos hotéis, rouba o assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola”. (Ricardo Vélez Rodríguez)

– O ainda presidente Jair Bolsonaro, considerado o pior presidente nos primeiros 100 dias na Presidência da República, anunciou em uma rede social nesta segunda-feira (8) a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. De acordo com o capitão do Planalto, o novo ministro será Abraham Weintraub, outro reacionário.

“Comunico a todos a indicação do Professor Abraham Weintraub ao cargo de Ministro da Educação. Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao Prof. Velez pelos serviços prestados”, disse.

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 8 de abril de 2019

Quem é Abraham Weintraub?

Conversa Afiada

Novo Ministro da Educação foi escoteiro e lobinho!

Para as finanças e os bancos, sempre alerta!

Lboinho.jpg

Depois de uma anta só um lobinho… Agora a coisa vai! (Reprodução)

De amigo navegante do Conversa Afiada, munido de informações do LinkedIn do novo ministro:

O currículo do novo ministro da educação cita como experiência: Chefe de Escoteiros e Lobinhos.

Nome da empresa: União dos Escoteiros do Brasil – Grupo Avanhandava
Datas do trabalho voluntário: jan de 1987 – jan de 1992
Duração do trabalho voluntário: 5 anos 1 mês

Em temposegundo o PiG cheiroso:

Abraham Weintraub atuou no mercado financeiro por mais de 20 anos. Ele foi sócio na Quest Investimentos, diretor do Banco Votorantim, membro do comitê de trading da BM&F Bovespa, conselheiro da Ancord e representou o Votorantim em encontros do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele é formado em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo, em 1994, se tornou professor da USP e foi mestre em finanças pela FGV.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 14 =