Eleições na França: aliança de esquerda-verde assume a liderança, apontam as primeiras pesquisas de boca de urna

Frente Ampla de Jean Luc Melechon e Emmanuel Macron dá vitória à esquerda na França

As urnas fecharam na França e as primeiras projeções foram divulgadas, revelando uma reviravolta significativa no cenário político do país. De acordo com a Ipsos, a aliança de esquerda-verde, conhecida como Nova Frente Popular, lidera a contagem de cadeiras na Assembleia Nacional, um resultado surpreendente em comparação com as pesquisas de opinião durante a campanha.
A Assembleia Nacional da França possui 577 cadeiras, sendo necessárias 289 para obter a maioria absoluta. As primeiras projeções indicam a seguinte distribuição de cadeiras:

– Nova Frente Popular de Esquerda-Verde: 172-192 cadeiras
– Aliados de Emmanuel Macron: 150-170 cadeiras
– Extrema direita Reunião Nacional e aliados: 132-152 cadeiras

A política de extrema direita Marion Maréchal, em entrevista à BFMTV, afirmou que esta Assembleia Nacional não representa o que o povo francês pensa. François Hollande, ex-presidente socialista da França, falou após conquistar uma cadeira na Assembleia Nacional, agradecendo a todos os partidos de esquerda e às pessoas que, embora não sejam apoiadoras da esquerda, quiseram deixar claro o resultado da eleição. Hollande enfatizou que o resultado traz satisfação, mas também responsabilidade.
A Ifop apresentou um detalhamento interessante das cadeiras projetadas por partido:

– Rassemblement National: 120-130
– Renaissance: 107-115
– França Insubmissa: 85-94
– Partido Socialista: 55-65
– Republicanos: 60-63

Atualizações das Projeções da Elabe

– Novo Front Popular de Esquerda-Verde: 178-205 cadeiras
– Aliados de Macron: 157-174 cadeiras
– Extrema-direita Rassemblement National e aliados: 113-148 cadeiras
Várias figuras importantes mantiveram suas cadeiras nesta noite, incluindo a ex-primeira-ministra Élisabeth Borne, na área de Calvados, e o ministro do Interior, Gérald Darmanin, no norte da França.

Jordan Bardella, presidente do partido de extrema direita Reunião Nacional, se dirigiu aos seus apoiadores após as projeções colocarem seu partido em terceiro lugar, apesar de liderar nas pesquisas de opinião durante a campanha. Bardella agradeceu aos eleitores e afirmou que alianças de desonra e perigosas prevaleceram, colocando a França nas mãos da extrema esquerda.
Jean-Luc Mélenchon, da França Insubmissa, declarou que Emmanuel Macron deve chamar a Nova Frente Popular para governar, ressaltando a responsabilidade imensa que este voto confere à Nova Frente Popular.

Projeções Finais da Ifop
– Novo Front Popular de Esquerda-Verde: 180-205
– Aliados de Macron: 164-174
– Extrema-direita Rassemblement National e aliados: 130-145
Estas projeções surpreenderam a França, colocando a aliança de esquerda-verde na liderança, apesar das pesquisas durante a campanha indicarem uma vantagem para a extrema direita. A noite eleitoral promete ser um marco na política francesa, redefinindo o equilíbrio de poder no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 5 =