– Em 1ª votação, governo Zema recebe apenas 03 votos na Assembleia –
 Derrota em menos de 100 dias de gestão acende alerta para os governistas de que precisam mudar sua estratégia no legislativo para aprovar projetos

 Deputados derrubaram nesta quarta (27/03) o veto do governador Zema a um projeto que cria ações de combate à diabetes. A rejeição demonstra que o governo não tem força política para passar nem as matérias menos polêmicas ou de menor relevância. Somente os três deputados do partido do governador, Novo, votaram com o governo. Segundos fontes consultadas pelo site, é a primeira vez no estado que o Executivo sofre uma derrota dessa magnitude em menos de cem dias de gestão.

A votação expressou o descontentamento dos parlamentares com o Executivo; eles reclamam de falta de diálogo e atenção. Nos últimos tempos, o governador vem tentando se aproximar dos deputados, a conselho de seu líder na Assembleia, o tucano Luiz Humberto Carneiro. Mas, pelo visto, o esforço não tem sido suficiente.

O líder governista tentou minimizar a importância da derrubada do veto, dizendo não enxergar nela uma derrota do governo. Segundo Luiz Humberto, os deputados votaram conforme a opinião pessoal sobre o tema. Ele próprio votou contra, como outros 48 deputados.

De todo modo, a votação do veto acendeu um alerta para o governo, que precisa rever a sua estratégia de aproximação com os deputados caso queira passar os seus projetos na Assembleia. A partir de amanhã, a proposta que reforma a estrutura do Estado chega ao Plenário da casa, onde poderá ser aprovada ou não, definitivamente. E uma derrota aí será um desastre.

Os Novos Inconfidentes 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =