Acordo foi costurado pelo deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG); Kalil (PSD) ganha impulso em sua candidatura ao governo e Lula conquista importante palanque no segundo maior colégio eleitoral do país

O martelo foi batido. PT e PSD chegaram a um acordo para aliança eleitoral em Minas Gerais e, desta maneira, o pré-candidato ao governo do estado Alexandre Kalil, que é ex-prefeito de Belo Horizonte (MG), terá o apoio oficial dos petistas e do ex-presidente Lula (PT).

O acordo, anunciado nesta quinta-feira (19) pelo deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG), que costurou a aliança, prevê que o PT indique o candidato a vice para compor a chapa com Kalil. Tudo indica que isso vá de fato acontecer, já que o até então pré-candidato a vice do PSD, Agostinho Patrus, compartilhou a postagem de Lopes sobre o anúncio e confirmou que vai abrir mão de sua pré-candidatura.

“Tudo certo! Lula e Alexandre Kalil juntos em Minas Gerais”, escreveu o deputado petista. “Ganham Minas e o Brasil”, respondeu Patrus.

https://twitter.com/agostinhopatrus/status/1527410864218853380?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1527410864218853380%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fd-41588708982090116284.ampproject.net%2F2205051832000%2Fframe.html

O acordo foi ratificado pelo próprio Alexandre Kalil, pelo Twitter. A parceria, inclusive, já tem jingle de campanha.

O fator principal que estava travando as negociações seria a candidatura ao Senado. Os dois pretendentes à única vaga, no caso, seriam o deputado federal Reginaldo Lopes (PT) e o senador Alexandre Silveira (PSD), que tentará reeleição. Também foi ventilada nos bastidores a possibilidade de uma “candidatura dupla”.

Pesquisas mostram que, quando o nome de Kalil é associado a Lula, suas intenções de voto disparam para o governo de Minas Gerais. O ex-prefeito de Belo Horizonte já afirmou, inclusive, que votará no petista para a presidência “com ou sem aliança”.

ALIANÇA


Reginaldo Lopes ou Quintão, do PT, podem ser vice de Kalil em MG
O deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG), líder da oposição na Câmara, e o líder da oposição a Romeu Zema (Novo) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), André Quintão (PT-MG), são os principais nomes que podem ser indicados pelo PT para ocupar o posto de candidato a vice-governador na chapa do ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =