Até o momento, a campanha de vacinação contra gripe alcançou 27,94% do público alvo, nos  54 municípios que integram a área de atuação da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros

Com estimativa de que 413.810 pessoas devem ser vacinadas neste ano em 54 municípios que integram a área de atuação da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros, a 25ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza já alcançou 103.494 pessoas que integram os grupos prioritários para imunização. A campanha, iniciada dia 3 de abril, prossegue até 31 de maio e, na última segunda-feira (8), atingiu cobertura vacinal de 27,94% do público alvo, constituído por idosos a partir de 60 anos; trabalhadores da saúde; crianças de seis meses a menores de seis anos; gestantes; puérperas e povos indígenas.

Também estão entre os públicos prioritários de vacinação: professores; pessoas com comorbidades; caminhoneiros; pessoas com deficiência permanente; trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano, e de longo percurso; trabalhadores portuários; profissionais das forças de segurança, salvamento e das forças armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade com mais de 18 anos de idade; adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas.

Também na segunda-feira, os municípios da área de atuação da SRS Montes Claros começaram a receber a sexta remessa de vacinas contra a gripe. Estão sendo entregues 64.350 doses de imunizantes. Com a nova remessa, a SRS chega a 288.340 doses de vacinas entregues às secretarias municipais de saúde.

Neste novo repasse, os municípios que estão recebendo a maior quantidade de vacinas são: Montes Claros (22.430 doses); Janaúba (4.020); Bocaiúva (2.880); Salinas (2.550); Porteirinha (2.320); Taiobeiras (1.690); Jaíba (1.920); Espinosa (1.800); Coração de Jesus (1.700); Rio Pardo de Minas (1.680); Francisco Sá (1.530); Monte Azul (1.440) e São João do Paraíso (1.260).

A referência técnica em imunização da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros, Mônica de Lourdes Rochido, reforça a necessidade dos municípios registrarem diariamente os dados de vacinação no Sistema Nacional de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), a fim de que a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e o Ministério da Saúde tenham condições de acompanhar a evolução da campanha de imunização.

“Além disso, é importante que as pessoas que compõem os públicos alvos de vacinação compareçam às unidades de saúde o quanto antes, evitando deixar para serem vacinadas nos últimos dias da campanha. Quanto mais cedo as pessoas puderem se vacinar, melhor”, observa Mônica Rochido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 13 =